Sono de beleza

Sono de beleza

Atualizado: Quarta-feira, 12 Maio de 2010 as 10:59

Quem tem problemas para dormir - cerca de 1/3 da população - sabe que a má qualidade do sono interfere (e muito) na saúde, no humor e no rendimento das tarefas cotidianas. Com a aparência da pele não é diferente. Ela também se ressente. O sinal mais imediato da falta de repouso é o surgimento das indesejáveis olheiras. Em longo prazo, haverá ainda alteração do tônus muscular e o surgimento de uma expressão de cansaço crônico. É justamente durante a noite que as células descansam, organizam suas funções, reparam e reequilibram os estragos do dia, como efeitos do sol, vento e poluição. Como essas células estão em plena atividade, essa etapa se torna bastante propícia para tratar da beleza - nessa hora entram em cena os cosméticos noturnos. Muitas das ações da pele não mantêm o mesmo ritmo durante as 24 horas do dia. Por exemplo: nas mulheres, a perda de água da pele é aproximadamente 25% mais elevada à noite, quando sua temperatura também aumenta. E durante o sono, a epiderme é mais ácida do que em torno do meio-dia. "Os cosméticos de ação noturna são formulados por meio de pesquisas que analisam o ritmo circadiano - ciclo de funções do corpo - para potencializar a eficiência das funções celulares à noite", explica Silvana Kitaday, engenheira química da Valmari (SP). Quando estamos dormindo, há a liberação de substâncias importantes para o nosso corpo. As duas principais são os hormônios do crescimento - responsáveis pelo não envelhecimento celular - e o cortisol, hormônio do estresse ligado à formação de radicais livres. "Além disso, existe o aumento da oxigenação celular e da pele, com uma melhora do retorno do sangue. Também damos um repouso para a musculatura da face", explica a dermatologista Carolina Ferolla (SP). Outra informação relevante para a ala feminina: no período em que descansamos, eliminamos radicais livres, o que torna as noites maldormidas fortes criadoras de rugas. Assim, já para a cama! Mas antes, veja quais cuidados ligados à beleza, saúde e alimentação podem contribuir para turbinar seu sono.

Nada de álcool e fumo

Bebidas alcoólicas e refrigerantes derivados da cola, mesmo os diet ou light, são estimulantes. Fumar também a deixa mais ligada. Evite a dobradinha, que pode comprometer o seu descanso.

Mantenha a regularidade

A justar seu relógio biológico é o primeiro passo para manter o viço da cútis. Então, leve ao pé da letra a máxima: acordar e dormir sempre nos mesmos horários, em um ambiente tranquilo, sem ruídos e com boa ventilação. A quantidade ideal de horas de sono? Bem, isso varia de acordo com a necessidade e a característica de cada pessoa. Mas, em geral, sete a oito horas diárias são suficientes para os adultos. Mais do que dormir muitas horas, é preciso que o sono seja contínuo e não "picado".

Penumbra e silêncio

A falta de luz induz à fabricação da melatonina, um hormônio que facilita o sono. Assim, descarte dormir em frente à TV, pois isso vai impedir que você alcance a fase mais profunda do sono. Desligue o aparelho pelo menos meia hora antes de se deitar. Fique totalmente no escuro e mantenha a temperatura do quarto entre 15ºC e 25ºC, nem fria nem quente demais.

Não se exercite à noite

Pratique exercícios pelo menos quatro horas antes de ir para a cama. A atividade física causa uma grande descarga de adrenalina, que não vai deixar o corpo e a mente relaxarem. Outra boa dica é, antes de se deitar, escrever tudo o que precisa fazer de importante no dia seguinte. "Assim, evita-se perder tempo na cama enumerando as atividades que terá de fazer depois", diz o neurologista Alexandre Machado, do Hospital Santa Paula (SP).

Faça refeições leves

Comidas picantes e pesadas devem ser descartadas. Invista em alimentos de fácil digestão. Os mais pesados farão que o organismo interprete o aporte calórico como um convite para a realização de atividades. Não exagere na quantidade nem coma pouco, porque o hipotálamo (região do cérebro responsável pelo apetite) pode "acordá-la". E aí o assalto à geladeira será inevitável. Outra dica: tomar leite antes de dormir relaxa e induz ao sono.

O prazer do banho

Além de higienizar e remover as células mortas e asperezas da pele, o ritual nos deixa mais leves, com forte sensação de bem-estar. Os de imersão, com temperatura da água entre 33ºC e 36ºC, são calmantes (recomendados para quem sofre de insônia e ansiedade). "Após o banho, com a pele totalmente limpa, os cosméticos também são mais bem absorvidos e, assim, mais eficientes", destaca a engenheira Silvana Kitaday.

Automassagem

Nos ombros, nos pés... Promove relaxamento, aliviando as tensões dos músculos e levando a um alívio do estresse. Use óleos essenciais ou cremes especiais para massagear as duas áreas onde é comum a concentração de nódulos de tensão. Essências como camomila, cedro e lavanda são bastante indicadas por serem aromas relaxantes.

Que tal um chá?

Tomar uma xícara de infusão de ervas ajuda a relaxar e "chamar" o sono. Os chás mais indicados são: camomila, passiflora, maracujá, cidreira e melissa. Todos eles contêm flavonoides e óleos essenciais de efeito sedativo.

Por: Marcela Georgetti

Tradução: Corpo a Corpo

Postado por Juliana Simioni

veja também