Tendência étnica domina moda praia carioca

Tendência étnica domina moda praia carioca

Atualizado: Terça-feira, 8 Junho de 2010 as 10:01

As marcas que ditaram as tendências de moda praia para o verão 2011 passaram pelo Fashion Rio mostrando que o nosso verão vai ser cheio de excessos e totalmente colorido. A tendência étnica foi o ponto forte e comum das grifes que se apresentaram na semana de moda carioca. Biquínis cavados na parte de cima, calçolas estilo anos 50/60, vazados que deixam a pele mais à mostra e estampas gráficas e de animais também foram grande aposta. Confira detalhes das coleções de verão 2011:

A primeira grife a apresentar sua coleção no Pier Mauá foi a Salinas. A estilista Jacqueline de Biase se inspirou em Cuba e Bahia. A coleção tem a inspiração totalmente voltada a etnias e um Q de afro. O desfile é marcado por peças com muitos nós e os famosos laços (que é a marca registrada da Salinas). Ela aposta em decotes profundos, franzidinhos e as "maxi calçolas". A modelagem das calcinhas é um pouco maior com referência retrô dos anos 50. Algumas também vem com a cintura bem alta. Ela usa ainda referências do universo militar, assim como outras marcas que passaram pelo Fashion Rio. As estampas carregam cores quentes, são bem animadas e prometem um verão bem tropical. A aposta da marca é em estampas florais, camuflados e pint animals que lembram a referência afro além do styling que se volta para essa cultura. Os brilhos são marcantes na coleção e foram representados por paêtes, já a cartela de cor dança entre azuis, verdes, laranjas, amarelos, branco, preto e fluo.

Lenny tem como referência de criação para esse verão 2011 o deserto. A cartela dessa coleção transita apenas entre os neutros e apastelados, que aparecem como cores disponíveis na natureza. Essa tendência é ecologicamente correta. A marca nesse verão inova no beneficiamento têxtil. Ela traz o couro, que pode entrar em contato com a água. Essa é uma novidade super animadora para as consumidoras da marca e para mulheres que amam couro e moda. As peças apareceram super cavadas, principalmente na parte do busto, dando uma cara ousada e mais sexy à moda praia. Ela também estreita os biquínis para dar a impressão de seios mais à mostra. Aposta em alguns listrados fazendo uma leve alusão ao navy. Além da coleção ter um Q de militar e destonado, a estilista deve ter bebido na fonte da cultura africana.

A marca Blue Man se inspira em diversas etnias. A cara dessa coleção é a clara e escancarada missigenação. Os espanhóis, brasileiros, portugueses e africanos foram as fontes de criação da grife, que leva sob o comando criativo Marta Reis. A modelagem é prática e precisa com tudo no lugar, um corte perfeito! A coleção dança entre os maiôs fechadões e os biquínis bem cavados. As estampas transitam entre pint animals, guepardos, florais, florais de chita e os famosos azulejos portugueses. A marca também brinca com patchworks, que é uma forma de misturar matérias e mostrar que o verão animado e colorido está chegando. O brilho aparece nessa coleção mesclado com estampas. A assimetria é a marca registrada da Blue Man, além das outras marcas de moda praia que desfilaram no Pier.

A marca Trya aposta na tendência étnica voltada para a cultura Afro. A estilista da marca, Isabela Frugiuele, abusa na estamparia super trabalhada e dá um show de cores e desenhos. Ela ousa em recortes, vazados e modelagens mais conceituais como biquínis e maiôs rasgados, inspirados nas roupas estonadas dos nativos. Essa conceitualidade toda nas modelagens mostra que a tendência são os vazados mostrando muita pele no verão. Ela pega como referência o lindo tigre asiático e o traz para estampas. A marca aposta muito na assimetria. E essa nada mais é do que uma coleção muito rica em cores, estamapas e formas. Confira nossa galeria e veja as novas tendências de verão para moda praia.

Por: Bruna Heloisa Cardozo

veja também