Terninho também é um curinga para as mulheres!

Terninho também é um curinga para as mulheres!

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 8:44

Ternos deixaram de ser uma exclusividade do universo masculino desde que Coco Chanel usou um deles tirado do guarda-roupa de seu namorado por ocasião da Primeira Grande Guerra, em 1914.Para usá-los bem, é preciso alguns cuidados e adaptações - sendo que um dos primeiros, é lembrar que o corte para elas não é igual ao deles... O paletó do terno feminino passa pelo vaivém da moda muito mais do que os dele que se mantêm mais retos e quadrados há décadas e décadas. Os delas podem ser curtos e ajustados ao corpo ou até ficarem mais próximos de uma jaqueta ou um mantô. E as duas peças – calça e paletó - não precisam ser iguais: variar textura e padrão confere graça e mobilidade à roupa.Se enganam aqueles que consideram o terninho uma roupa de trabalho. Ele é muito mais versátil do que isso: vai do escritório a um compromisso à noite, vai até em casamento (só não funciona para a turma do altar).  O que vai determinar se o traje é adequado ao dia ou à noite, é o tipo do tecido e o corte da calça.Para programações informais, ou festas à luz do sol, prefira tramas mais simples, como algodões, gabardines, brins e tweeds. À noite, escolha tecidos mais macios e brilhantes, como sedas e cetins. Bordados também são válidos. Se o seu terninho é preto e você quiser transformá-lo instantaneamente em uma roupa de festa, basta usá-lo com acessórios de cores fortes, como uma sandália vermelha e uma bolsinha de cetim verde (não combine os tons dos acessórios; quebrar o estilo conjuntinho é mais contemporâneo). Echarpes estampadas, bem coloridas, ou um colar de pérolas de várias voltas, também valem.   Do mesmo modo, se você quiser abaixar o tom de um smoking e usá-lo de dia, basta usar por dentro uma camiseta branca bem simplesinha.  

veja também