Torcida fervorosa, tensão e shows marcam o Miss Universo 2011

Torcida fervorosa, tensão e shows marcam o Miss Universo 2011

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 8:37

As favoritas eram Venezuela, Brasil, Costa Rica e mais uma porção de latinas, que nem ao menos passaram para o top 15. Porém, para quem estava no Credicard Hall na noite dessa segunda-feira (12), a vencedora já era anunciada muito antes do final. "Angola, Angola, Angola", gritava o público, esquecendo-se do favoritismo brasileiro e exaltando a bela Leila Lopes.

No começo, a torcida mais animada era para a venezuelana Vanessa Gonçalves. Mas, assim que as 89 candidatas entraram no palco ao som de Mas que nada, de Jorge Ben Jor, todas as torcidas se misturaram, aclamando as misses que se apresentavam.

Depois da apresentação, o público conheceu as 16 finalistas. França, Kosovo, Colômbia, China, Angola, Austrália, Porto Rico, Brasil, Holanda, Estados Unidos, Ucrânia, Panamá, Costa Rica, Portugal, Filipinas e Venezuela - com uma dose de tensão de seus fãs, por ser a última anunciada -, passaram para a fase seguinte, o desfile de biquíni. No intervalo do show, um apresentador da Band garatiu ao público presente: "os biquínis são brasileiros. Algumas ficaram assustadas".

Atrações musicais

Para acompanhar as beldades de biquíni, Claudia Leitte subiu ao palco para cantar Locomotion Batucada, sua nova música, que será gravada no dia 17 de dezembro durante um show no Estádio do Morumbi, em São Paulo. A música combinou perfeitamente com o desfile e as candidatas pareciam se divertir.

Sempre muito simpática, Claudia Leitte fez seu show. Dançou, jogou beijos e vibrou junto com a plateia. Ao final da apresentação, sambou e jogou os braços para o alto ao escutar os gritos de "Brasil".

Porém, o momento de descontração durou pouco e a tensão voltou a tomar o rosto das candidatas. Austrália, Costa Rica, França, Ucrânia, Portugal, Panamá, Filipinas, Angola, China e Brasil - sob vaias dos adversários -, avançaram para a próxima etapa, que viria ao som de outra brasileira: Bebel Gilberto.

Close Your Eyes foi o tema escolhido para o desfile do traje de gala das dez finalistas. No compasso da músicas, elas caminharam e cinco delas encantaram os jurados: Ucrânia, Filipinas, China, Brasil, Angola.

Nervosas, elas bebiam água de costas para o público, enquanto os jurados Hélio Castroneves, Isabeli Fontana, Amélia Vega, Vivica Fox, Adrienne Maloof, Lea Salonga, Connie Chung, Farouk Shami e Ítalo Zanzi preparavam as perguntas para as cinco mulheres mais bonitas do mundo.

Para a Miss Universo 2011, Leila Lopes, Lea Salengo perguntou: "se você pudesse mudar alguma coisa em você, o que seria?". "Graças a Deus estou muito satisfeita. Não mudaria nada. Me considero bonita por dentro, tenho meus princípios. Sempre fui muito bem educada e quero continuar assim", disse Leila, para delírio do público que lotava a casa de shows.

Depois de três semanas intensas de preparação, as 89 candidatas voltaram ao palco para celebrar a escolha da nova Miss Universo 2011. Em 5° lugar, ficou Luo Zilin, a Miss China, e em 4°, a Miss Filipinas, Shamcey Supsup. Para a surpresa de todos, Priscila Machado, ficou em terceiro. Emocionada, agradeceu ao público. A decisão ficou entre Ucrânia e Angola e, ovacionada, Leila Lopes levou o título pela primeira vez ao seu país.

Mais tarde, na coletiva de imprensa, contaria seu segredo para vencer: seu sorriso, o qual considera a sua arma e ninguém duvida disso.

veja também