Tratamento subcutâneo age direto na celulite, diz médico

Tratamento subcutâneo age direto na celulite, diz médico

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2011 as 10:27

  Um dos males que atormenta as mulheres são aqueles furinhos que cismam em aparecer no corpo: a celulite. O problema acontece quando há falha da estrutura e alteração na disposição anatômica do tecido gorduroso. Os sintomas, além do estético, são dores, inchaço, hipersensibilidade, formigamento e cansaço físico. O tratamento intradermoterapia, age sob a pele e tem se mostrado eficaz no combate às celulites.

"O tratamento consiste em aplicações subcutâneas, ou seja, por baixo da pele, de substâncias e enzimas lipolíticas, que são as responsáveis por quebrar os nódulos gordurosos e celulíticos, como o glicerol e ácidos graxos", explica o médico Jorge Stefano. O processo de tratamento é obtido conforme o número de sessões e o grau de gravidade da celulite.

Ele recomenda a intradermoterapia não apenas para quem deseja benefícios estéticos, como redução de gordura e celulite, mas também para pessoas com diabetes, hipertensão e problemas cardíacos que precisam perder peso. Entretanto, Stefano alerta para a importância de a aplicação ser feita por um médico especializado. "Como a intradermoterapia é um processo invasivo, o tratamento com aplicações de produtos inadequados pode trazer transtornos, como lesões graves e até mesmo necrose do tecido celular".

A celulite pode ser causada por trauma físico ou emocional (estresse, ansiedade), alimentação rica em açúcar, gorduras, menstruação, medicamentos e sedentarismo. Além do sintoma estético, ela causa dores, inchaço dos membros inferiores, hipersensibilidade, formigamento e cansaço físico.  

veja também