Veja o que não pode faltar na bolsa da cidade e da praia

Veja o que não pode faltar na bolsa da cidade e da praia

Atualizado: Quinta-feira, 1 Dezembro de 2011 as 11:22

Uma das dúvidas da maioria das mulheres quando o verão chega é saber o que levar na bolsa de praia ou da cidade para se proteger de forma adequada dos riscos e danos que a água do mar, o sol e o calor excessivo podem causar. Entre os itens essenciais estão o filtro solar e o chapéu, o óculos de sol, os hidratantes corporal, facial e labial, a maquiagem com filtro solar, xampus, esmaltes protetores e cremes para as mãos.

Marília de França Gonçalves, esteticista do Zahra Spa e Estética, aponta qual a importância de cada um desses produtos para a saúde feminina. "O creme hidratante corporal e facial repõe a água que perdemos durante o dia. Já o labial nutre e hidrata profundamente, auxiliando na prevenção de rugas ao redor dos lábios. Seu uso contínuo modela e redesenha o contorno labial, deixando-o mais definido", afirma. 

Bolsa de verão Fora da praia, a maquiagem com filtro solar, além de deixar a mulher mais bonita, é uma barreira de proteção contra os raios solares. O creme para as mãos previne e combate marcas senis, atenua sinais de envelhecimento precoce, deixando as mãos macias e protegidas. 

No dia a dia, cabelos merecem cuidados especiais com xampus apropriados para cada tipo (oleoso, seco, misto), e as unhas devem ser hidratadas com cremes e esmaltes protetores, comenta o Dr. Paulo Zeminian, dermatologista e diretor clínico e científico da clínica Zeminian. 

De olho nas lentes Uma medida benéfica para a saúde dos olhos é o uso dos óculos escuros. Porém, é preciso bastante critério na hora de comprá-los, pois encontramos modelos idênticos aos de grife com preços infinitamente inferiores no comércio popular. Essa "economia" na hora de comprar pode gerar sérios problemas à saúde dos olhos. 

Os óculos e as lentes vendidas em boas óticas são fiscalizados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). "Já os óculos falsificados não têm proteção contra raios ultravioleta e as armações podem machucar quando quebram, pois não são confeccionados com materiais adequados", alerta o Dr. Flávio Yamashiro, oftalmologista da CERPO Oftalmologia. 

O médico explica que quando colocamos um par de óculos escuros, as pupilas se dilatam; por isso, se a lente não tiver proteção, um número maior de raios solares atinge a retina, danificando-a. Ou seja, usar óculos escuros sem filtro é pior do que não usar. "A exposição prolongada ao sol pode resultar, em longo prazo, em várias doenças, como catarata e degeneração da retina (diminuição da visão)." 

Proteção contra o sol O protetor solar evita queimaduras, previne o envelhecimento e reduz o risco de câncer de pele. Para a pele seca, são indicadas as formas em cremes ou loções cremosas. Para a oleosa, em gel e loções oilfree. No corpo, devem ser usados produtos em spray para facilitar a aplicação, e no rosto, podem ser em formas de creme ou gel. 

De acordo com a Dra. Denise Steiner, dermatologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP), uma proteção adequada também pode evitar desidratações, alergias e baixa imunidade para algumas doenças, como, por exemplo, o herpes. 

O filtro deve ser usado a cada duas horas, com o fator mínimo de proteção 15. Evite a exposição ao sol entre às onze da manhã e cinco da tarde, quando os raios atingem intensidade máxima e causam danos maiores. "Ficar à sombra não significa proteção completa, pois a luz se reflete na areia, água, mar e até no concreto. Evite usar cosméticos, perfumes ou comer frutas ácidas e ingerir medicamentos antes de se expor ao sol, pois podem manchar a pele", finaliza Denise. 

veja também