10 benefícios da musicoterapia

10 benefícios da musicoterapia

Atualizado: Segunda-feira, 31 Janeiro de 2011 as 8:35

Várias pesquisas já comprovaram que a música, além de alegrar e relaxar, tem finalidades terapêuticas e grande potencial de cura. Daí nasceu a musicoterapia, que tem como objetivo usar a música para ajudar na comunicação, relacionamento e alívio de alguns sintomas causados por determinadas doenças.

A musicoterapia recebe as mais diversas definições. Para Cristiane Ferraz, psicóloga e musicoterapeuta do Serviço de Terapia da Dor e Cuidados Paliativos e Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), significa usar a música e propriedades do som em uma relação terapêutica, seja para fins psicoterapêuticos de reabilitação, ou conforto e bem-estar. O impacto dessa terapia em quem passa por uma doença grave ou crônica é positivo. “Por meio da música e da letra de canções, o paciente consegue exteriorizar o que sente, expressar desejos, medos, insegurança e dúvidas”, explica Cristiane. Segundo a musicoterapeuta, a maioria dos pacientes reflete a sensação de conforto e bem-estar durante e depois das sessões. Isso ocorre porque a música – ao chegar ao cérebro – ajuda na liberação de endorfina, o neurotransmissor considerado analgésico natural que promove a sensação de prazer, regula as emoções e a percepção da dor pelo organismo.

Efeitos da música

O oncologista americano Mitchell L. Gaynor, diretor de oncologia médica do Strang-Cornell Cancer Prevention Center, filiado ao New York Hospital, demonstra em seu livro Sons que Curam estudos que comprovam os efeitos proporcionados pela música, em especial nas pessoas que passaram por problemas graves de saúde. Realizados entre as décadas de 80 e 90, os estudos apontaram que a música é capaz de modificar a fisiologia. As técnicas utilizadas na pesquisa foram as mais diversas, de exposição dos pacientes à música clássica, marchas militares e trilhas sonoras de filmes.

Veja o que a musicoterapia é capaz de fazer por você:

1 - Diminuir a ansiedade e as complicações cardíacas

2 - Aumentar a disposição física e mental

3 - Promover o equilíbrio da pressão arterial

4 Melhorar a resistência física

5 - Relaxar em situações de grande estresse

6 - Estimular o bom humor

7 - Deixar a mente serena

8 - Melhorar a concentração nas atividades intelectuais

9 - Deixar mais apurada as sensações gustativas, olfativas e visuais

10 - Aliviar a dor de cabeça

Você pode improvisar e praticar a musicoterapia em casa também. Procure ouvir uma boa música, de preferência relaxante, e você logo vai notar a diferença.

veja também