60% dos fumantes com câncer não conseguem abandonar o cigarro

60% dos fumantes com câncer não conseguem abandonar o cigarro

Atualizado: Quinta-feira, 26 Agosto de 2010 as 3:27

Seis a cada dez fumantes com câncer não conseguem parar de fumar mesmo depois de saber que estão doentes. O dado foi detectado em levantamento do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo e divulgado nesta quinta-feira (26).

O tabagismo prejudica a função pulmonar, o que aumenta o risco de complicações durante a radioterapia. Além disso, dificulta a cicatrização, eleva a pressão arterial e o risco de doenças cardiovasculares.

Outro problema provocado pelo cigarro é a interferência na quimioterapia. Para quem é tabagista, o efeito de alguns remédios pode ser bem menor.

Para contornar o problema - 35% dos pacientes atendidos pelo instituto são fumantes - foi adotada a estratégia de distribuição de gomas de nicotina e adesivos.

veja também