A lavagem das calcinhas requer cuidados especiais; saiba mais

A lavagem das calcinhas requer cuidados especiais; saiba mais

Atualizado: Terça-feira, 6 Dezembro de 2011 as 11:19

Ginástica, tratamentos estéticos e idas ao salão de beleza fazem com que quase toda mulher se sinta mais bonita e segura. Mas a segurança feminina vai muito além, já que começa com um banho caprichado e termina na higienização adequada de uma das principais peças do guarda-roupa feminino: a calcinha. 

A lavagem da roupa íntima exige atenção redobrada, já que fica em contato com regiões propícias à proliferação de fungos e bactérias que elevam as chances de infecções vaginais e corrimentos. 

Como lavar?

Prática comum entre as mulheres, a lavagem das calcinhas no chuveiro está liberada. Mas, apesar de a água quente do banho ajudar a eliminar as bactérias presentes na peça, o nível de limpeza dos sabonetes é apenas superficial. Assim, o ideal é que a higiene seja feita à mão, com sabão de coco e neutro ou por detergentes líquidos específicos para este tipo de roupa, que limpam completamente o tecido e não oferecem risco às partes íntimas por conta de sua composição química. Além disso, também é recomendável a utilização de um alvejante à base de cloro líquido.

O uso da máquina de lavar não é muito indicado porque o eletrodoméstico não lava profundamente as calcinhas, acumula sabão em pó e amaciante (que tendem a causar alergias) e ainda danifica o tecido. Por isso, a ordem é lavá-las na mão.

Secar, passar e guardar

A forma de secar a calcinha também será determinante para o sucesso da limpeza. Após a lavagem, o ideal é colocar as peças íntimas para secar em um local arejado e com sombra, pois o sol agride o tecido. Além disso, recomenda-se passar o ferro quente nas roupas íntimas, mas apenas na parte de algodão. "O ferro de passar é um grande aliado para evitar os fungos e as bactérias das calcinhas porque a sua temperatura alta ajuda a eliminar os germes que resistiram ao processo de lavagem e ainda continuam na roupa", informa Denise Lacqua Couto, ginecologista.

Apesar de não existir um melhor jeito de guardar as peças íntimas, uma dica para prolongar a limpeza é guardá-las na gaveta com sachês perfumados ou sabonetes de sua preferência.

Novas e emprestadas

As roupas íntimas recém-compradas devem ser lavadas antes do uso para evitar qualquer tipo de contaminação. “É muito importante que as mulheres lavem as calcinhas novas e as partes debaixo dos biquínis que acabaram de comprar”, finaliza. E atenção: este é um artigo de uso pessoal e intransferível. Assim, jamais compartilhe suas calcinhas.

veja também