Acupuntura e exercícios controlam sintomas de síndrome do ovário policistíco

Acupuntura e exercícios controlam sintomas de síndrome do ovário policistíco

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 8:34

A síndrome do ovário policístico afeta de 20% a 30% das mulheres que estão na idade fértil. A síndrome faz com que os ovários produzam mais testosterona, podendo causar acne, obesidade e um crescimento incomum de pelos no corpo. Além disso, ela também pode fazer com que a ovulação e a menstruação da mulher sejam irregulares.

Uma equipe de cientistas da Universidade de Gothenburg (Suécia) dividiu as participantes de um estudo em três grupos. As mulheres do primeiro tiveram sessões de acupuntura onde as agulhas eram estimuladas manualmente e com correntes elétricas fracas. O segundo grupo recebeu instruções de se exercitar três vezes por semana e o terceiro funcionou como grupo controle. Os resultados mostraram que houve redução no nível de testosterona nas mulheres que se exercitaram e também naquelas que tiveram as sessões de acupuntura. Outra melhora que houve no quadro geral das participantes foi que os ciclos menstruais das mulheres desses grupos ficaram mais regulares. Dos dois tratamentos, a acupuntura foi o mais eficaz.

veja também