Alergia Alimentar: um mal comum

Alergia Alimentar: um mal comum

Atualizado: Quarta-feira, 2 Abril de 2008 as 12

As alergias alimetares são mais comuns do que parecem. Alimentos como leite e derivados, ovo, frutos do mar e chocolates são alguns exemplos de alimentos extremamente alérgicos.

O que acontece no corpo humano é o seguinte: o alimento ingerido é visto como ameçador. O resultado é que o organismo tenta eliminar o alimento por mecanismos de defesa parecidos com o que ocorre quando há uma invasão por vírus ou bactérias.

Existem dois tipos de alergia pela ingestão de alimentos: a alimentar e a digestiva. "Na alergia alimentar, o alvo de choque pode ser qualquer um do corpo, um exemplo é quando a pessoa come camarão e espirra, ou fica cheio de urticárias. Na alergia digestiva ataca o aparelho digestivo, causando diarréia e outros sintomas", alerta o médico nutrólogo Maximo Asinelli.

Há várias classificações das alergias, como leves, intermediárias, graves e gravissímas. "Quem possui uma alergia mais severa, deve andar sempre com a injeção, para o caso de uma injestão acidental de algum alimento. Além disso, deve abolir o que lhe causa alergia da dieta. Caso o atendimento não seja feito em tempo, o choque anafilático pode causar a morte". Ressalta Maximo.

Os principais tratamentos para a alergia e intolerância alimentar é a substituição dos alimentos, e a procura por outros que sirva de troca.

O nutrólogo Máximo Asinelli lista uma série de alimentos que podem causar alergia alimentar:

Leite e derivados - A caseína (que constitui 80% da proteína do leite) e a lactose são as frações mais alergênicas do leite e são termo stáveis, o que significa que a fervura não diminui a alergenicidade. De preferência, usar leite com baixo teor de lactose: o de cabra ou de soja.

Ovos - Geralmente o paciente reage mais com a clara, que contém várias proteínas, como ovalbumina, conalbumina, lisosima, avidina e ovomucóide.

Oleoginosas - amendoim, castanha de caju, nozes, avelã, amendoa.

Frutos do mar - camarão, mexilhão, ostra, lagosta, lula.

Embutidos - salsicha, lingüiça, salame, presunto, mortadela.

Enlatados em geral - dê preferência aos alimentos naturais e frescos.

Derivados de coco - o coco é alérgeno forte.

Derivados de suínos - a carne de porco e seus derivados são alengênicos.

Alimentos com corantes ou aromatizantes.

Embalagens do tipo longa vida - dê preferência a alimentos em recipientes de vidro.

Cítricos - limão, abacaxi, kiwi.

Chocolate e derivados - o cacau é extremamente alergênico.

veja também