Algumas atitudes do dia a dia podem estar contribuindo para que você sofra de insônia e passe as noites em claro

Os hábitos que provocam a insônia

Atualizado: Sexta-feira, 16 Março de 2012 as 9:34

Hábitos do dia a dia podem atrapalhar (e muito!) o repouso da noite.

Pensando nisso, a revista Vida Simples listou pequenos erros que cometemos e que podem se tornar um grande problema para sono.
Luz na escuridãoApagar completamente as luzes do ambiente, é essencial para que se possa ter uma boa noite de sono. A luz é responsável por bloquear o hormônio que o regula, chamado melatonina, e, por isso, faz com que o organismo não consiga dar início ao ciclo noturno. 

Além disso, desligar os aparelhos que irradiam muita luminosidade também ajuda bastante. TV e computador, podem ser considerados grandes aliados do sono para algumas pessoas, mas saiba que a claridade proporcionada por eles engana o cérebro e o faz acreditar que ainda é dia. 

Para completar, as informações transmitidas também prendem a atenção e assim contribuem para os sinais de insônia.
Ouça seu reloginhoO relógio biológico é a melhor ferramenta para se descobrir quanto tempo precisamos dormir diariamente e em que horário o sono será de melhor qualidade. 

E para colocá-lo em ação, é preciso experimentar. A sugestão é anotar durante cinco dias a hora que dormiu e acordou. Em seguida, faça uma média da duração do sono ao longo desses dias e descura se você é um pequeno (até 6 horas), médio (cerca de 8 horas) ou grande fã do sono (10 horas).


Conheça melhor esse problema


Barulhinho ruim

Além da ausência de luz, o silêncio é também um detalhe de extrema importância para o sono tranquilo. Isso porque a audição é o único sentido que não relaxa totalmente quando dormimos, mantendo-se sempre alerta. 

Por isso, qualquer barulho, até mesmo músicas instrumentais ou sons de água, podem causar desconfortos e atrapalhar a qualidade do sono. 

Quer descansar tranquilamente? Deixe o quarto o mais calmo e silencioso possível. Mas se você é daquelas que não dispensa um sonzinho ambiente e acha até relaxante, procure escutá-lo em um volume bem baixo.
Comida na medidaDormir tanto de barriga cheia, quanto vazia são empecilhos do sono dos anjos. Consumir alimentos pesados menos de três horas antes de ir para a cama estimula demasiadamente a digestão e, consequentemente, a vigília. Assim como não se alimentar durante a noite, pode despertar a fome ao longo da madrugada e abrir as portas para a insônia. 

A solução, segundo o nutricionista Marcelo Ferro, é preferir alimentos ricos em triptofano - como o leitinho quente - ou carboidratos que induzem e potencializam o sono. 

Apesar de leves, algumas bebidas também devem ser evitadas. Café, mate, chá verde ou preto, por serem estimulantes, devem estar fora do cardápio noturno. Assim como o álcool, que mesmo ajudando a dormir mais rápido, resulta em um sono fragmentado e de má qualidade.
Bons de camaPara finalizar, é importante lembrar sempre da importância do colchão e travesseiro nessas horas de descanso. 

Apesar das preferências, é necessário estar atento a algumas regras básicas: o travesseiro precisa estar ajustado na curvatura da coluna cervical, impedindo que o pescoço incline para frente ou caia para trás. 

Já o colchão deve garantir que a coluna fique reta. Afinal, para um bom sono, nada melhor do que uma boa cama.

veja também