Alimentação saudável durante as férias

Alimentação saudável durante as férias

Atualizado: Terça-feira, 7 Julho de 2009 as 12

Com as férias escolares, alguns hábitos alimentares e horários das refeições são alterados para dar espaço à diversão. Entretanto, neste período a alimentação saudável das crianças deve continuar sendo estimulada pelos pais, a fim de garantir saúde, bem estar e disposição para as brincadeiras, que demandam bastante energia.

Para as crianças e adolescentes, em especial, os bons hábitos alimentares favorecem o crescimento e o desenvolvimento físico, psíquico e social. Os nutrientes necessários para um cardápio ideal são: os carboidratos - encontrados em pães e massas; as proteínas, obtidas em carnes, ovos, leite e leguminosas, como o feijão; as gorduras, presentes em carnes, frutas oleaginosas (castanhas) e cereais; as vitaminas e minerais, disponíveis em frutas, verduras e legumes.

De acordo com a nutricionista do Oba Hortifruti Débora Belo Alves, vitaminas e minerais são responsáveis por diversas funções: auxiliam no crescimento e desenvolvimento da criança; fortalecem o sistema de defesa do corpo; participam do funcionamento do cérebro, e, por isso, auxiliam as funções cognitivas; previnem deficiências como a anemia e auxiliam no controle do apetite. O consumo de verduras e legumes, fontes nutricionais de fibras, ajuda na prevenção da prisão de ventre e, ainda, controla a absorção de colesterol, gorduras e carboidratos, prevenindo, assim, a obesidade na infância.

O papel dos pais, sobretudo durante as férias escolares, é essencial para o estímulo e manutenção de uma alimentação saudável. "É importante que os pais transmitam aos filhos a importância de cada alimento e os incentive até que passem a gostar do sabor dos vegetais", afirma Débora. A nutricionista recomenda pratos atrativos que envolvam alimentos saudáveis, como, torta de frango com legumes, macarrão com brócolis e purê de batata com beterraba, por exemplo. E complementa com outra dica: "Os filhos são grandes imitadores dos pais. Por isso, é fundamental que estes apreciem e não façam comentários negativos a respeito destes alimentos. Pode ser o primeiro passo para que as crianças comecem a apreciá-los".

E para começar o incentivo a uma boa alimentação, Débora sugere uma torta de legumes, prato rico em nutrientes e que pode agradar a criançada.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também