Andropausa afeta 25% dos homens acima de 50 anos

Andropausa afeta 25% dos homens acima de 50 anos

Atualizado: Terça-feira, 13 Dezembro de 2011 as 10:23

Mal que atinge 25% da população masculina ou um a cada quatro homens acima dos 50 anos, a andropausa pode trazer sintomas que afetam a qualidade de vida, como alterações de humor, cansaço, perda de potência sexual e massa muscular, entre outros problemas, segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo (SP), nesta segunda-feira (12).

A Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino, como a andropausa foi batizada, representa a queda da produção de testosterona, o principal hormônio masculino, e pode levar a quadros de osteoporose, problemas cardiovasculares e disfunção erétil. "As taxas hormonais são reduzidas a cada ano, mas quando é mais acelerada, o corpo responde com sintomas de descompasso", explicou Cláudio Murta, médico responsável pelo serviço de urologia do Centro de Referência em Saúde do Homem, da zona sul paulistana.

O problema pode ser tratado com reposição hormonal, que deve ser acompanhada por um especialista para evitar danos mais sérios à saúde, como apneia, alterações da micção e doenças no fígado, como alertou Joaquim Claro, coordenador do Centro. A alimentação saudável e a prática de atividades físicas também colaboram para o combate do problema. Nesta fase da vida, é importante ainda que os homens priorizem a ingestão de alimentos ricos em vitaminas, fibras e antioxidantes.

veja também