Antibióticos podem ser a chave para o tratamento de doenças do coração

Antibióticos podem ser a chave para o tratamento de doenças do coração

Atualizado: Quinta-feira, 4 Novembro de 2010 as 9:44

Pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá, descobriram que um conhecido antibiótico pode ter um papel fundamental no tratamento de doenças do coração.

Ao estudarem as causas da isquemia-reperfusão (ataque cardíaco causado por um bloqueio em uma artéria), os pesquisadores descobriram que antibióticos à base de tetraciclina inibem o funcionamento de uma molécula (MMP2) que desativa a proteína responsável pelo bombeamento de sangue para o coração (titina).

Quanto mais cedo o fluxo de sangue for retomado, menores os danos totais do músculo do coração e melhor a recuperação do paciente.

A equipe de Richard Schulz, professor da pediatria e da farmacologia na Faculdade de Medicina e Odontologia, detectou que, em muitos tipos de doença cardíaca, a proteína titina é cortada em pedaços dentro do coração. Isso acontece pela ação de uma molécula encontrada no músculo cardíaco, conhecida por MMP2 (de Matriz Metaloproteinase-2).

Portanto, o desafio era conseguir inibir a ação da molécula. Depois de vários testes, os pesquisadores descobriram que a tetraciclina, geralmente usada em antibióticos e mesmo em remédios de combate a acne, corta a ação da molécula MMP2.

- A coisa mais interessante neste caso é que as pessoas não têm considerado o uso de inibidores de MMP2 para tratar doenças cardíacas básicas.

Schulz ressalta que são remédios de baixo custo, por isso tem planos de testar o mesmo medicamento para o tratamento de outras doenças cardíacas.

veja também