Aproveite a culinária mexicana sem prejudicar a dieta

Aproveite a culinária mexicana sem prejudicar a dieta

Atualizado: Sexta-feira, 17 Julho de 2009 as 12

Você conhece tortillas? E guacamole? Esses são pratos típicos da culinária mexicana e estão, cada vez mais, ganhando espaço entre os brasileiros. Mas as combinações mexicanas podem ser um perigo para a dieta: queijos gordurosos e molhos condimentados não são os melhores amigos de quem segue um regime. Portanto, frequentar um restaurante mexicano pode levar a exageros. "Muita carne, feijão, queijo e o uso excessivo de óleo prejudica a dieta, mas ingerir os alimentos em pequenas quantidades torna possível o programa sem prejudicar o emagrecimento", explica a nutricionista Roberta Stella.

Temperos

esses são os companheiros da dieta. A pimenta e o coentro são muito utilizados nos pratos mexicanos, os tornando mais atraentes e saborosos ao paladar. "Os temperos apresentam baixa quantidade de calorias e, por isso, não prejudicam o emagrecimento, dando um toque diferente aos pratos", diz a nutricionista.

Molhos

grande parte dos pratos mexicanos vêm acompanhados de molhos à base de queijo , como é o caso do nacho. Porém, é preciso ficar atento, pois esse tipo de molho pode afetar a silhueta. As misturas que levam queijo e do tipo barbecue possuem uma quantidade maior de gorduras quando comparadas com um molho, que só leva tomate, por exemplo. "Uma alternativa é dar preferência ao vinagrete, que não contém muito óleo e é bem temperado, dando assim mais sabor às preparações", completa Roberta Stella.

Chilli

uma das vedetes da culinária mexicana são os feijões combinados com pimenta, conhecidos como chillis, que são uma opção saudável para deixar a alimentação equilibrada. Porém, antes de achar que o mix picante não está na lista das restrições e podem ser consumidos sem remorso, é importante analisar o modo de preparo e também quais são os acompanhamentos. Segundo a nutricionista do MinhaVida, ingredientes como óleos, queijos e frituras irão elevar a quantidade de calorias e prejudicar a dieta. "A alimentação é uma combinação de alimentos e é essa associação que dirá se o prato é saudável ou não", completa Roberta Stella.

Tortilla

feita de farinha de milho, ela é a base de diversos pratos da culinária do México. Por ser um alimento seco e rico em carboidratos , a farinha de milho apresenta maior valor calórico. "Da mesma forma que o chilli, as tortillas merecem uma atenção especial quanto ao modo de preparo e aos acompanhamentos. Fritas, por exemplo, elas dobram o valor calórico", explica Roberta Stella. A dica da nutricionista para aproveitar o prato mexicano, sem arrastar o ponteiro da balança, é também evitar tortillas preparadas na manteiga e, quando for possível, retirar o queijo que normalmente é utilizado na cobertura.

Guacamole

prato feito à base de abacate e coentro, é um acompanhamento muito saboroso para saladas e aperitivos. Mesmo sendo considerado uma comida saudável, o guacamole é rico em gorduras. "Apesar de as gorduras presentes no abacate sem consideradas saudáveis que não estão associadas ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares - é preciso um bom-senso na hora de consumir em razão de seu valor calórico alto", alerta a nutricionista.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também