Atividades físicas conferem inúmeros benefícios em portadores do HIV

Atividades físicas conferem inúmeros benefícios em portadores do HIV

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2009 as 12

A prática de atividade física regular estimula o sistema imunológico e é muito importante para as pessoas que vivem com o HIV (vírus da imunodeficiência humana) e AIDS (síndrome na inuodeficiência adquirida).

Estudos publicados mostram que a prática regular de exercícios aeróbicos e de resistência, melhora a depressão, ansiedade, fadiga, convívio social e auto-estima. Também aumenta a massa muscular, a contagem de Linfócitos T CD4 e ajuda na recuperação dos distúrbios causados pela lipodistrofia.   

Pesquisadores concluem que indivíduos com HIV que se exercitam regularmente, apresentam menor incidência de infecções oportunistas e lidam melhor com o estresse.  A atividade física regular, em sessões de 30 a 45 minutos, de três a quatro vezes por semana é excelente para exercitar o sistema cardiovascular. Exemplos destes exercícios são: caminhada, bicicleta, dança,ginástica localizada, natação, hidroginástica, patins, futebol,basquetebol, musculação, bicicleta ergométrica, esteira etc...

Devemos  lembrar que as atividades do dia a dia podem ser consideradas ótima atividade física. Descer e subir escadas ao invés do elevador, varrer e arrumar a casa, levar o cachorro para passear, ir caminhando a padaria, cuidar do jardim, descer do ônibus ou metrô uma parada antes, são alguns exemplos de como se pode aproveitar as atividades cotidianas para exercitar o corpo.   

A caminhada é uma boa atividade. Procurar um local plano, sem subidas e descidas, para que possa manter um ritmo constante é a melhor escolha. È interessante andar mais depressa que ritmo habitual, mas sem correr, começando com dez minutos e aumentando aos poucos até chegar a 30 ou 45 minutos, pelo menos três vezes por semana.   

Os benefícios físicos da atividade física regular são: coração e pulmões funcionando melhor, músculos maiores e mais fortes, ossos mais fortes, maior coordenação e flexibilidade, maior resistência, um sistema digestivo mais ativo e eficiente, resultando em maior aproveitamento dos alimentos e medicações.  Os benefícios psicológicos também existem e são: aumento da auto-estima, alívio do estresse, melhora o convívio social, da depressão e da ansiedade, aumentando o bem-estar.

Fonte : Ministério da Saúde

Postado por Juliana Simioni

veja também