Aumenta a sobrevida de um portador de HIV em tratamento

Aumenta a sobrevida de um portador de HIV em tratamento

Atualizado: Terça-feira, 11 Agosto de 2009 as 12

Na mesma semana em que foi decodificada a estrutura completa do genoma do HIV-1, a variante mais disseminada do vírus da doença, responsável por 70% dos casos fatais de AIDS, um editorial da revista BMJ (British Medical Journal) reavaliou a mortalidade atual da doença, em face de novas terapias antirretrovirais.

O fato é que a introdução da terapia anti-retroviral na década de 1990 transformou a vida das pessoas com HIV e AIDS. O que foi outrora uma doença rapidamente progressiva, com uma esperança de vida muitas vezes medida em meses, tornou-se agora mais uma doença crônica onde tratamentos eficazes, bem tolerados, e amplamente disponíveis permitem que as pessoas afetadas levem suas  vidas de modo relativamente normal.

Segundo o editorial da revista, noventa anos atrás um avanço terapêutico semelhante, o isolamento da insulina, transformou a vida de pessoas com diabetes tipo 1. Agora, modelos baseados em dados empíricos estimam que uma pessoa com 25 anos de idade e portadora do HIV, quando adequadamente tratada com terapia antirretroviral, pode esperar desfrutar de uma sobrevida média de 35 anos, muito semelhantes à sobrevida de um indivíduo da mesma idade com diabetes tipo 1.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também