Aumenta o número de brasileiros que sofrem de hipertensão

Aumenta o número de brasileiros que sofrem de hipertensão

Atualizado: Terça-feira, 27 Abril de 2010 as 12

No Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão (26/04), o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e representantes das sociedades brasileiras de Cardiologia, de Hipertensão e de Nefrologia lançam uma campanha de alerta à população.

De acordo com dados do levantamento anual do Ministério da Saúde, o número de brasileiros diagnosticados com hipertensão subiu de 21,5%, em 2006, para 24,4%, em 2009. Este aumento gradual traz a tona uma doença muito comum e que pode ser fatal.

Serão investidos R$ 1,5 milhão na campanha nacional de combate à hipertensão, que deve alertar a população sobre os perigos desta doença. Segundo a pesquisa do Ministério da Saúde (Vigitel), feita com 54 mil adultos, a doença aumentou principalmente entre os idosos, chegando a 63,2% das pessoas com mais de 65 anos.

Para o médico Celso Amodeo, cardiologista e nefrologista do Hospital do Coração, o aumento no número de casos de hipertensão está diretamente relacionado ao modo de vida que as pessoas passaram a adotar. "Nosso estilo de vida está diferente, pois as pessoas estão praticando menos exercícios e ingerindo alimentos que possuem maior quantidade de sal, calorias e gorduras saturadas", disse o médico.

Ainda com base na pesquisa, fica claro que a evolução da doença é acentuada de acordo com a idade da pessoa. Na população jovem, com até 34 anos, os casos de pressão alta atingem apenas 14%. Dos 35 aos 44 anos, a proporção sobe para 20,9%. O índice salta para 34,5%, dos 45 aos 54, e para 50,4%, dos 55 aos 64 anos. A Vigitel avaliou, também, que as mulheres sofrem mais com a hipertensão do que os homens. Entre elas o a incidência é de 27,2%, contra 21,% nos homens.

A hipertensão é uma doença silenciosa e deve ser vigiada de perto. Uma simples medição na pressão arterial pode ser a diferença entre uma vida plena e graves problemas de saúde.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também