Banco de Gordura armazena material de lipoaspiração

Banco de Gordura armazena material de lipoaspiração

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 1:25

Dando um novo significado para a frase reciclar, reaproveitar, reutilizar, uma clínica de cirurgia plástica nos EUA está abrindo um "banco de gordura". A intenção é que pacientes que fizeram lipoaspiração possam armazenar o material retirado e usá-lo no futuro. 

Os cirurgiões plásticos que fazem esse tipo de procedimento vão poder pegar a gordura do paciente imediatamente após a remoção e encaminhar para o banco, em até uma hora. A gordura é armazenada, e no futuro pode ser utilizada em vários locais: os mais comuns são os seios e o rosto.

Ter a sua gordura guardada em um banco vai permitir a pacientes usar isso depois, quando eles quiseram "recauchutar partes do corpo que sucubiram devido a idade", explica o médico Jeffrey Hartog, cirurgião plástico que lançou o banco de gordura. 

“Vou apresentar o banco como uma opção para todos os pacientes que passarem por uma lipoaspiração”, disse. 

Uma vez que a gordura é colhida, ela é drenada, limpa e colocada em recipientes para o congelamento. 

O custo para armazenar em torno de 250 a 300 centímetros cúbicos de gordura – volume suficiente para encher uma xícara de café - é em torno de R$ 1.590 para o primeiro ano e, a partir do segundo, é cobrada uma taxa de R$ 350. 

veja também