Blogs e Twitter prejudicaram divulgação da gripe suína

Blogs e Twitter prejudicaram divulgação da gripe suína

Atualizado: Quarta-feira, 14 Abril de 2010 as 12

A OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou nesta terça-feira (13) que as novas mídias de comunicação, como o Twitter, blogs e e-mails, perturbaram a informação sobre a gripe A (H1N1), popularmente conhecida como suína.

De acordo com o conselheiro especial da OMS para as gripes, Keiji Fukuda, houve muita especulação, rumores e críticas em inúmeras mídias.

Segundo um ex-chefe de doenças contagiosas da OMS, David Heymann, "é muito difícil corrigir as ideias erradas uma vez elas circulem pela internet e redes sociais".

No entanto, de acordo com um estudo apresentado nesta terça-feira em um congresso de especialistas em doenças infecciosas em Viena, o Twitter poderá servir de sistema de alerta precoce em caso de epidemia.

OMS é avaliada

Um comitê de especialistas iniciou nesta segunda-feira (12), em Genebra, um exame sobre a gestão internacional da gripe A (H1N1) que fez a OMS ser alvo de inúmeras críticas.

Os especialistas, que devem entregar seu primeiro informe provisório antes de maio, abordam uma questão crucial: a dificuldade de avaliar a virulência de uma enfermidade contagiosa em termos de mortalidade e não apenas por sua expansão geográfica.

O vírus H1N1 causou 17.700 mortos confirmados em laboratório em mais de 200 países e territórios, segundo a OMS. Uma cifra muito inferior ao número de mortos causados por uma gripe tradicional.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também