Café da manhã balanceado reduz os riscos de doenças do coração e diabetes

Café da manhã balanceado reduz os riscos de doenças do coração e diabetes

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2011 as 8:51

De acordo com a pesquisa, comer antes de iniciar o dia resulta em menor aumento das taxas de açúcar no sangue após todas as refeições seguintes. Além disso, um bom café da manhã auxilia no controle e redução dos níveis do “mau” colesterol (LDL) e dos triglicérides na corrente sanguínea, que estão associados ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

“A primeira refeição é muito importante, pois ficamos quase oito horas sem nos alimentar. O café da manhã prepara o corpo para o aumento do gasto metabólico e, por isso, devemos nos pautar em ingerir alimentos ricos em energia e nutrientes adequadamente, como é o caso de proteínas e gorduras”, concorda Carlos Daniel Magnoni, cardiologista do Hospital do Coração (HCor) em São Paulo.

Já no que diz respeito aos riscos do coração, o café da manhã auxilia no controle da fome no decorrer do dia, sendo um forte aliado nos regimes de emagrecimento. Muitas vezes, pular essa refeição faz que as pessoas substituam o café da manhã por comidas gordurosas, frituras, doces e guloseimas, que são altamente prejudiciais a uma boa alimentação. Esse hábito, constante entre crianças, jovens e adolescentes, contribui para o aumento da obesidade e para o surgimento de diversas doenças que afetam o coração.

De acordo com Magnoni, com má alimentação na primeira refeição temos diversos prejuízos, como emagrecimento inadequado, perda de força muscular e hipoglicemia. Além disso, tem se observado que as crianças que não se alimentam corretamente no café da manhã vão às escolas, praticam exercícios físicos e apresentam tonturas e mal-estar geral, por conta da ausência dos nutrientes no organismo.

Não deve faltar em sua refeição matinal:

• Carboidratos: pães, cereais, torradas, frutas e sucos em geral;

• Proteínas: peito de peru, queijo branco, ricota, requeijão, leite e iogurte.

veja também