Caixa mantém coração batendo fora do corpo humano

Caixa mantém coração batendo fora do corpo humano

Atualizado: Sexta-feira, 2 Setembro de 2011 as 1:04

O aparelho Organ Care System pode manter o órgão vivo, à espera do transplante, por mais tempo que os atuais refrigeradores

Pesquisadores do hospital da Universidade da Califórnia (Ronald Reagan UCLA Medical Center), nos EUA, construíram uma máquina capaz de manter o coração batendo fora do corpo humano. Assim, o órgão pode ficar ainda mais tempo ativo à espera do transplante cardíaco.

Até o momento, os órgãos vivos eram transportados dos doadores aos pacientes enterrados no gelo em refrigeradores para mantê-los frescos. Porém, este método só funciona por cerca de seis horas, razão pela qual helicópteros, aviões e ambulâncias são usados para acelerar o transporte pelo país.

Agora, uma caixa de plástico transparente faz o serviço. O Organ Care System (OCS) – desenvolvido pela empresa TransMedics – aconchega o coração na temperatura ideal e fornece a ele todo o sangue, oxigênio e nutrientes necessários para continuar batendo com segurança. Um monitor acoplado mostra ainda como o órgão está funcionando durante o transporte.

Abbas Ardehali, diretor do programa de transplante de coração da UCLA (primeira pessoa que aparece no vídeo), diz que “nos últimos 40 anos, transportávamos o coração em uma caixa térmica (...).

O conceito do Heart in a Box é não preservar o coração colocando-o no gelo, mas fazendo com que ele permaneça batendo e fique em um estado muito próximo ao fisiologicamente natural do órgão quando está em no corpo humano vivo”.

O FDA (Food and Drug Administration), departamento americano responsável pela liberação de medicamentos e tratamentos médicos já estuda a aprovação do aparelho.

veja também