Campanha Fique Sabendo supera 135 mil testes realizados e segue até 15 de dezembro

Campanha Fique Sabendo supera 135 mil testes realizados e segue até 15 de dezembro

Atualizado: Sexta-feira, 11 Dezembro de 2009 as 12

A segunda edição da Campanha Fique Sabendo da Secretaria de Estado da Saúde, ação voltada à testagem precoce anti-HIV, lançada no último dia 16 de novembro, já realizou mais de 135 mil testes no Estado de São Paulo. A expectativa é que a meta inicial, de realizar 150 mil testes, seja superada.  A campanha segue até a próxima terça-feira, dia 15 de dezembro.

A ação é uma iniciativa da Coordenação do Programa Estadual DST/Aids-SP, em parceria com Instituto Adolfo Lutz. Cerca de 460 municípios aderiram à campanha. Até o momento, 137.935 testes foram realizados (Elisa e Teste Rápido).

Para encerrar a segunda edição da Campanha Fique Sabendo será realizada uma grande ação de testagem anti-HIV, na terça, das 9 às 16 horas, no Cratod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas). Nesta data, a atividade será realizada em parceria com o Programa Municipal de São Paulo.

Dos testes feitos até o momento, 37,4% foram realizados por homens e 62,6% mulheres. Entre os homens, 390 tem menos de 13 anos; 4.338 entre 14-19 anos; 7.211 entre 20-24 anos; 6.967 entre 25-29 anos; 10.380 entre 30-39 anos; 8.964 entre 40-49 anos; 6.973 entre 50-59 anos; 6.240 acima de 60 anos.  Entre as mulheres, 488 estão abaixo dos 13 anos; 7118 tem entre 14-19 anos; 10.993 entre 20-24 anos; 11.626 de 25-29 anos; 19.348 entre 30-39 anos; 16.924 entre 40-49 anos; 12.195 entre 50-59 anos; 7.363 acima de 60 anos.

Foram realizados 13.802 testes rápidos; 47,2% em homens e 52,8% em mulheres; destes 174 (1,3%) foram positivos para HIV: 2 deles de crianças abaixo de 13 anos; 11 entre 14-19 anos; 31 entre 20-24 anos; 35 entre 25-29 anos; 62 entre 30-39 anos; 31 entre 40-49 anos; 12  entre 50-59 anos; 3 acima de 60 anos.

Participam da campanha 455 municípios, mais de 2.000 unidades de saúde, entre elas 104  Centros de Testagem. Cerca de 30 mil profissionais da saúde de diferentes áreas (gestores, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de laboratório, administrativos, logística e transporte, entre outros) foram envolvidos na ação. No ano passado, 383 municípios participaram da iniciativa e foram realizados cerca de 120.000 testes, entre eles 7.000 testes rápidos.

A Campanha visa estimular a população do Estado de São Paulo a realizar o teste anti-HIV.  "Já superamos os testes realizados na campanha do ano passado. A adesão tem sido bastante alta, mas é importante ampliar ainda mais. O diagnóstico precoce é muito importante?, explica Maria Clara Gianna, coordenadora do Programa Estadual DST/Aids-SP.

O Estado de São Paulo conta com 104  Centros de Testagem e Aconselhamento, entre eles 77 realizam teste rápido.  Aproximadamente 2.000 unidades de saúde participam da atividade, com cerca de 30 mil profissionais da saúde de diferentes áreas (gestores, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de laboratório, administrativos, logística e transporte, entre outros) envolvidos na ação. No ano passado, 383 municípios participaram da iniciativa e foram realizados cerca de 120.000 testes, entre eles 7.000 testes rápidos.

Independentemente da campanha, é importante ressaltar que o teste anti-HIV é oferecido em todo o país de forma gratuita e sigilosa.  Para informar-se sobre os locais de testagem no Estado de São Paulo, acesse o site: www.crt.saude.sp.gov.br ou ligue para 0800 16 25 50

Serviço:

Cratod: Rua Prates, 165, Bom Retiro.  

veja também