Campanha para exame de HIV revela 18 mil casos extras nos EUA

Campanha para exame de HIV revela 18 mil casos extras nos EUA

Atualizado: Quinta-feira, 7 Julho de 2011 as 11:49

Uma campanha de três anos cujo objetivo era ampliar o número de exames de HIV e oferecer tratamento às pessoas descobriu que 18 mil adultos não sabiam que estavam infectados, informou o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos na semana passada.

Aproximadamente 2,7 milhões de pessoas realizaram o exame entre outubro de 2007 e setembro de 2010. Pouco mais de 1%, ou 29.503, estavam infectadas. Segundo funcionários do CDC, dentre as pessoas infectadas, 18.432 não sabiam de sua condição.

As pessoas cujo diagnóstico de HIV era novo somaram 12.711, cerca de 75%, e foram encaminhadas ao Serviço Nacional de Saúde.

A iniciativa tinha como alvo populações negras e de risco. Os 25 departamentos de saúde que atendiam as comunidades, afetadas pelo vírus da Aids de forma desproporcional, receberam US$ 111 milhões. Os homens correspondiam a 72% dos novos diagnósticos e os negros representavam porcentagem semelhante.

Estima-se que 240 mil americanos --um quinto do 1,2 milhão de pessoas convivendo com o vírus-- não saibam de sua condição, afirmou Kevin Fenton, diretor do centro de prevenção da Aids do CDC.

"Entre o número estimado de 56 mil novas infecções por HIV a cada ano, a maioria das transmissões ocorre por contato com pessoas sem conhecimento da sua condição", afirma ele.    

veja também