Câncer de colo de útero: lesões que podem ser prevenidas

Câncer de colo de útero: lesões que podem ser prevenidas

Atualizado: Quinta-feira, 24 Setembro de 2009 as 12

Fundamental à boa saúde da mulher, muitas brasileiras ainda ignoram o exame preventivo ginecológico. De acordo com a Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas da População Brasileira realizada com homens e mulheres entre 15 a 64 anos, divulgada neste mês pelo Ministério da Saúde, 7% das mulheres não fazem o exame de rotina preventivo.

A prevenção de câncer de colo de útero é feito por meio de exames como colposcopia e papanicolau. No entanto, muitas delas não têm o hábito de realizar os exames preventivos que poderiam evitar milhares de mortes no país.

O papanicolau deve ser realizado anualmente, a partir do início da atividade sexual. "Quando os resultados se apresentam alterados é recomendado que a paciente se submeta à colposcopia", explica o especialista em Oncologia pélvica da Oncovida, Dr. Tales Bevilaqua.

A colposcopia é um exame realizado por meio de um aparelho de aumento que permite identificar com precisão o local e a extensão da lesão uterina. Além disso, mostra o local mais adequado para que seja feita a biópsia, orienta o tratamento e define se uma cirurgia deve ou não ser realizada. Já o papanicolau é um exame que antecede a colposcopia. "Ele é indicado para mulheres em idade reprodutiva após um ano da primeira relação sexual. Ele irá detectar lesões pré-malignas que poderão ocasionar câncer de colo de útero" esclarece o médico.

"É importante que a mulher esteja sempre atenta e consulte um especialista", alerta o médico. O câncer de colo de útero é assintomático em sua fase inicial. Em seu estágio avançado, a mulher pode apresentar sangramentos, mau cheiro e dor.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também