Câncer de próstata pode estar ligado à vida sexual

Câncer de próstata pode estar ligado à vida sexual

Atualizado: Quinta-feira, 25 Junho de 2009 as 12

Um novo estudo realizado na universidade de Nottingham, na Inglaterra, sugere que homens com uma vida sexual ativa, entre os 20 e 40 anos, apresentam maiores chances de desenvolver o câncer de próstata.

A pesquisa acompanhou um grupo de 409 homens saudáveis e 431 diagnosticados com a doença. E os resultados mostraram que 40% dos homens com câncer de próstata fizeram sexo com frequência acima de 20 vezes por mês entre os 20 e 40 anos. Enquanto, entre os homens saudáveis apenas 32% apresentava esse mesmo costume.

De acordo com o urologista e especialista Ricardo Felts de La Roca, o mais importante diante da doença é o diagnóstico precoce. "É essencial que a população reconheça os sinais de alarme para o câncer, como nódulos, febre contínua e feridas que não cicatrizam, antes dos sintomas que caracterizem lesões mais avançadas. Como sangramento, obstrução de vias intestinais ou respiratórias e dor", explica.

O especialista também aponta os principais sintomas do câncer de próstata. "Levantar várias vezes à noite para urinar; dificuldades no ato de urinar e dor à micção, que podem ocorrer nos casos benignos são sinais de alerta", finaliza.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também