Cardápio anticâncer

Cardápio anticâncer

Atualizado: Quinta-feira, 22 Julho de 2010 as 8:42

Em tempos de rotina corrida, é bem difícil manter uma alimentação correta, não? Com a agenda cheia, sempre acabamos apelando para um fast food ou salgado na padaria. Acompanhado por uma bela lata de refrigerante, é claro. Talvez você não saiba, mas o Brasil gasta atualmente cerca de R$ 11 bilhões por ano no tratamento de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, obesidade, problemas cardiovasculares e câncer. E a inadequação alimentar, de acordo com o Ministério da Saúde, vem sendo apontada como uma das principais causas da prevalência dessas doenças, responsáveis por 50% das mortes só aqui no Brasil. Dados oficiais apontam que de 40% a 90% dessas mortes podem ser evitadas com uma alimentação saudável.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, os maus hábitos alimentares vêm sendo associados a diversos tipos de câncer, como de pâncreas, fígado, rins, estômago, entre outros. Isso acontece por causa de substâncias presentes em alguns alimentos que, se consumidos regularmente e por longos períodos, fornecem um ambiente propício para o desenvolvimento de células cancerosas. Eles até podem ser consumidos, mas com moderação. Veja quais são:

Salsichas, embutidos, enlatados, picles, salames

Ricos em nitritos e nitratos, conservantes de potente ação cancerígena. Em contato com o suco digestivo, são responsáveis pelo aparecimento do câncer de estômago.

Hambúrgueres, frituras, bacon e alimentos gordurosos

O alto teor de gorduras e calorias muda os níveis de hormônio no sangue, aumentando o risco de cânceres de mama e próstata. Como demoram mais para serem digeridos, estão relacionados ao desenvolvimento de cânceres de cólon e reto.

Alimentos conservados em sal

Peixes e carnes salgados estão relacionados ao aparecimento de câncer de estômago.

Defumados e churrascos

A fumaça do carvão gera o aparecimento do alcatrão, mesma substância cancerígena encontrada no cigarro.

Vale a pena adotar no cardápio

Para proteger o organismo da ação dessas substâncias, a recomendação de oncologistas e nutricionistas é caprichar no consumo de verduras, legumes, frutas, cereais integrais, alimentos antioxidantes, ricos em fibras e substâncias fitoquímicas - estas últimas, grandes aliadas da saúde, são encontradas em alguns alimentos.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também