Casos de crianças desidratadas aumentam 15% durante o verão. Saiba como prevenir

Casos de crianças desidratadas aumentam 15% durante o verão. Saiba como prevenir

Atualizado: Quarta-feira, 6 Janeiro de 2010 as 12

Segundo levantamento da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo divulgado esta semana, o número de internações de crianças desidratadas aumenta 15,1% durante o verão.

Entre os meses de janeiro e abril de 2009, o Estado registrou 1.438 atendimentos de crianças até 14 anos por falta de líquido. Já entre maio e agosto, período de outono-inverno, o número caiu para 1.249.

- É importante que os pais estejam sempre atentos para a ingestão de líquidos. As crianças precisam ser incentivadas, explica o pediatra Sérgio Sarrubo, do Hospital Infantil Darcy Vargas.

Os principais sintomas da desidratação são: sede, náusea, boca seca, fraqueza, cansaço e, em casos mais graves, cãibras, calafrios e vômitos.

Para evitar esse mal, é preciso ingerir líquidos constantemente, optar por roupas leves e dar preferência pela sombra nos dias mais quentes. Caso seja percebido algum sintoma de desidratação, o soro caseiro pode ser uma alternativa.

Receita de soro caseiro

Acrescente um litro de água mineral a uma colher de café de sal e uma colher de sopa de açúcar. Misture bem e dê à criança em pequenas colheradas.

O soro caseiro é usado para combater a desidratação em casos de intoxicação alimentar, insolação ou diarreia ou vômitos.

As informações são da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

veja também