Cerca de 30% da população brasileira tem alergia

Cerca de 30% da população brasileira tem alergia

Atualizado: Sexta-feira, 4 Dezembro de 2009 as 12

Para uma pessoa alérgica, a chegada do verão pode significar um verdadeiro pesadelo. O excesso de sol, a combinação de água do mar e da piscina com o suor, e os passeios ao ar livre, podem piorar ou contribuir para o aparecimento de vários tipos de alergia que costumam se manifestar com mais freqüência nesta época do ano.

Entre elas, a dermatite atópica, uma doença alérgica da pele que se caracteriza por coceira intensa e descamações (que podem se transformar em feridas e causar infecções secundárias), e a dermatite de contato, que costuma aparecer quando a pele reage com alguns tipos de cosméticos (como protetores solares e produtos para descolorir os pelos), tatuagens temporárias de henna e bijuterias.

O sol também é responsável por casos de urticária, quando partes do corpo, geralmente aquelas mais expostas, ficam "empipocadas". Sem contar os terríveis insetos, como pernilongos e borrachudos, companhias inseparáveis na praia e no campo. Mas com o calor, mesmo quem mora nas grandes cidades precisa se acostumar às invasões de pernilongos.

Em todos os casos, a dica de especialistas é deixar a pele sempre hidratada, passar protetor solar (sempre atentando para o uso de PABA, uma substância prejudicial a quem tem mais sensibilidade), evitar o uso de perfumes e roupas muito coloridas - isso atrai insetos. Além de usar telas nas janelas e repelentes.

Por: Claudia Pinho

veja também