Chega a 500 o número de voluntários da área de saúde para trabalhar no Haiti

Chega a 500 o número de voluntários da área de saúde para trabalhar no Haiti

Atualizado: Terça-feira, 19 Janeiro de 2010 as 12

No title Cerca de 500 profissionais da área de saúde já se dispuseram a trabalhar como voluntários no atendimento às vítimas do terremoto no Haiti, ocorrido há sete dias. Eles são do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), dos hospitais federais do Rio de Janeiro e do Grupo Hospitalar Conceição, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Ministério da Saúde, as primeiras equipes, de 50 a 100 profissionais, devem embarcar para Porto Príncipe, capital haitiana, nos próximos dias. Cada grupo deve ficar no país caribenho por, no máximo, 15 dias.

Os interessados em trabalhar como voluntário no Haiti devem enviar nome completo e dados sobre a formação profissionais e local onde trabalha para o endereço eletrônico [email protected]

É interessante o profissional informar se tem experiência em desastres e qual o tempo disponível para ficar fora do país.

Segundo o Ministério da Saúde, o cadastro vai ser analisado pelo Gabinete de Crise e os voluntários vão ser chamados seguindo as demandas dos haitianos.

Por Carolina Pimentel

veja também