Chulé está relacionado a suor ou falta de higiene, alerta dermatologista

Chulé está relacionado a suor ou falta de higiene, alerta dermatologista

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 8:27

Ficar o dia inteiro com sapato fechado ou fazer uma atividade física intensa de tênis e meia favorece o aparecimento do chulé. Principalmente se os pés estiverem suados e sem a higiene adequada. Segundo o dermatologista Luiz Guilherme Castro, convidado do Bem Estar nesta quinta-feira (10), as bactérias na pele digerem o suor, o que exala o cheiro ruim característico do problema.

O nome científico do chulé é bromidrose, que em grego significa água malcheirosa ("bromos" é "cheiro ruim" e "hidros", água). Mas a nossa palavra em português veio de "zulé", que em banto, uma família linguística africana, quer dizer "peixe podre".

Além do odor desagradável, um pé com chulé cria as condições favoráveis para o surgimento de micoses e outras doenças. Para evitá-lo, o médico recomendou lavar os pés diariamente, principalmente após um exercício mais intenso; lavar os calçados com certa frequência e não usar as mesmas meias por mais de um dia seguido.

Também é bom evitar calçar sempre um único sapato, procurar expô-lo ao sol quando possível e aplicar um talco antisséptico nos pés, para absorver a umidade e dificultar a proliferação das bactérias. Um jato de desodorante aerossol - o mesmo que vai nas axilas - pode amenizar o aspecto do calçado, sugeriu o dermatologista. Passar perfume, porém, não tem nenhum efeito positivo.

De acordo com Castro, deve-se dar preferência para meias que absorvam o suor (como as de algodão) e não sejam de tecido sintético. Além disso, sapatos de couro ventilam mais que tênis e sandálias de plástico, por exemplo.

Para acabar com o chulé, é indicado, ainda, beber bastante água (para diluir as substâncias do suor de que as bactérias tanto gostam) e tomar banho pela manhã e à noite, antes de dormir.

Na hora de lavar os pés, é preciso usar água e sabonete e limpar bem no meio dos dedos. Em seguida, é importante secar os pés com a toalha ou um secador frio – já que o ar quente esquenta a região e aumenta o suor.

Não é necessariamente no verão que o chulé aparece com mais frequência. Nesta época, mais pessoas usam chinelos e deixam os pés livres, ao contrário do inverno, quando se opta por calçados fechados durante longos períodos.

veja também