Cientistas descobrem gene que impede recuperação de alcoolismo

Cientistas descobrem gene que impede recuperação de alcoolismo

Atualizado: Sexta-feira, 18 Novembro de 2011 as 10:19

Pesquisadores da Universidade de Gothenburg, na Suécia, descobriram que pessoas que carregam uma variante especifica de um gene e são dependentes de álcool têm mais risco de sofrer morte prematura. Eles investigaram o gene receptor da dopamina D2.

O estudo mostrou que dependentes de bebida alcoólica que também carregam a variante genética apresentam 10 vezes mais chance de morte prematura comparados à média da população.

Em um estudo recente, publicado na revista Alcohol and Alcoholism, pela mesma equipe, eles mostram que a mesma variante genética parece estar associada tendência de recaídas em dependentes, mesmo quando eles estão em programas de tratamento. Essa provavelmente é uma das explicações para o maior risco de morte prematura dessas pessoas.

Para os cientistas, o conhecimento dessa variante genética pode ajudar a identificar os casos de alcoolismo que merecem mais atenção nos programas de tratamento dadas as consequências mais sérias que as pessoas portadoras da variação podem sofrer.

veja também