Cinco atalhos rápidos para fugir do estresse

Cinco atalhos rápidos para fugir do estresse

Atualizado: Sexta-feira, 18 Novembro de 2011 as 8:35

O conhecimento popular já atestou: socar a mesa, bater o telefone, gritar e ter dor de barriga são reações comuns em situações estressantes mas em nada aliviam os sintomas que afetam em cheio a saúde e o bem-estar.

A maior pesquisadora sobre o estresse no Brasil, a psicóloga Ana Maria Rossi, PhD em gerenciamento de estresse e professora de MBA de Recursos Humanos da Faculdade de Economia da USP, acalenta os estressados.

?Viver sem estresse é impossível e é inútil tentar eliminá-lo. Mas, sim, existem fórmulas eficazes de gerenciar esta sensação.?

Segundo Ana Maria Rossi, quem dorme quantidade de horas suficientes, pratica atividades físicas e ainda tem uma alimentação saudável lida melhor com a descarga de hormônios liberadas em momentos de dificuldade e pressão, que resultam em raiva, boca seca, descontrole mental e, em acúmulo, afetam o sistema nervoso central e digestivo.

Mas além dos mecanismos preventivos ao estresse, que vão dos hábitos de vida saudáveis à meditação, a especialista também lista alguns atalhos que ? em até dez minutos ? são capazes de amenizar o estresse e ajudar a controlá-lo. É só conferir

1) Respire fundo por dez vezes

A técnica é milenar e, cientificamente, funciona. Respirar a plenos pulmões aumenta a oxigenação do corpo e por isso traz o efeito calmante ao organismo. Mas é preciso parar e respirar. Devagar e sentindo a inspiração e a expiração.

2) Imagine um lugar delicioso

Parece clichê, mas o processo é cerebral. ?Por um problema neuroquímico, o nosso cérebro não consegue distinguir o que é real do imaginário?, explica Ana Maria Rossi. Por isso, quando colidimos com o estresse é indicado imaginar aquela praia paradisíaca, as montanhas que passaram as últimas férias, a casa dos avós onde passou a infância. Este processo de resgate de imagem também controla o estresse e acalma o organismo.

3) Recorra aos sons amigáveis

Pode ser uma música de que gosta, a voz de um amigo ou de um amor, seja falada pelo telefone ou apenas imaginada. Risadas de bebês, cantoria de passarinhos ou barulho do mar. Os sons também acionam o ?botão? que libera substâncias positivas ao organismo, como a endorfina. Ela amplia a sensação de bem-estar e ajuda a gerenciar o estresse.

4) Pode comer alguma coisa ? desde que saboreie

?As situações de estresse fazem com que as pessoas procurem uma gratificação oral?, define a especialista Ana Maria Rossi. ?E para que este atalho funcione, de verdade, não adianta degustar algo que depois vai trazer mais prejuízos do que benefícios?, diz ela. Fumar, beber várias doses de álcool ou comer compulsivamente sem apreciar os sabores são atitudes que devem ser descartadas como atalhos antiestresse.

veja também