Circuncisão em gays tem pouco impacto contra HIV

Circuncisão em gays tem pouco impacto contra HIV

Atualizado: Quinta-feira, 22 Julho de 2010 as 5:07

Contrariando estudo anterior divulgado na 18ª Conferência Internacional Aids 2010, especialistas da Universidade de Pittsburgh afirmaram no encontro em Viena nesta quinta-feira (22) que o impacto da circuncisão na redução da transmissão do HIV é pequeno, pelo menos quanto à população gay nos Estados Unidos.

Baseado em dados fornecidos por 521 homossexuais e bissexuais de São Francisco, na Califórnia, o trabalho foi extrapolado para toda população gay da cidade, estimada em 65,7 mil pessoas.

Segundo os resultados, apenas 500 homens se beneficiariam da circuncisão quanto ao combate ao HIV.

"Circuncisões nos EUA são muito comuns e se oferecem como uma potencial estratégia de prevenção ao vírus para um número limitado de adultos", explica Chongyi Wei, autor principal do estudo. "Nosso estudo mostra que o benefício da circuncisão é muito pequeno para justificar programas de circuncisão como prevenção ao vírus da Aids."

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também