Cirurgia inédita no Brasil retira útero, trompas e ovários pelo umbigo

Cirurgia inédita no Brasil retira útero, trompas e ovários pelo umbigo

Atualizado: Quinta-feira, 20 Maio de 2010 as 8:51

A clínica de Ginecologia do Hospital das Clínicas, da USP (Universidade de São Paulo), realizou cirurgia inédita no país. Com uma única incisão de um centímetro e meio no umbigo, os médicos retiraram o útero, as trompas e os ovários de uma paciente de 66 anos, com tumor de 6 cm no ovário.

Hilda Toniato passou pela cirurgia para a retirada de um tumor no útero, mas também teve de extrair as trompas. A operação durou pouco mais de duas horas. Segundo a paciente, a cirurgia foi indolor e correu tudo bem. Ela voltou para casa um dia depois.

Veja a reportagem completa do Jornal da Record.

No procedimento chamado single port (acesso único) é feito um corte de apenas um centímetro e meio no umbigo. Com uma micro câmera o problema é identificado e os órgãos são retirados com duas pinças cirúrgicas.

Antes esse tipo de operação era feito com até quatro cortes no abdome da paciente e a recuperação durava aproximadamente 15 dias. A nova técnica reduziu esse tempo pela metade, além de não deixar cicatrizes.

A técnica já era utilizada nos Estados Unidos, Europa e Coreia do Sul, mas foi realizada no Brasil pela primeira vez. O procedimento ainda não é coberto pelo SUS (Sistema Único de Saúde), mas segundo os médicos reduz consideravelmente os custos com internação nos hospitais públicos e privados.

Tanto a cirurgia quanto a recuperação são mais rápidas do que na retirada tradicional, por isso, mais pessoas podem ser internadas em um espaço menor de tempo, segundo o médico-cirurgião, Sérgio Conti. Com isso, há ainda redução de custos de internação para o setor como um todo.

- A cirurgia com punção única é uma evolução da cirurgia laparoscópica, permitindo uma recuperação talvez ainda mais rápida. Entretanto, este tipo de procedimento ainda precisa ser aprimorado.

veja também