Como ajudar pais de crianças vítimas de abuso sexual

Como ajudar pais de crianças vítimas de abuso sexual

Atualizado: Terça-feira, 27 Abril de 2010 as 12

Um resultado preliminar de uma pesquisa da Universidade de Montreal, no Canadá, indica que pais de crianças vítimas de abuso sexual podem sofrer de ansiedade, depressão e luto crônico. Esses indivíduos, na maioria das vezes, têm ideias fixas quanto à vingança. O estudo mostra também que não há quase literatura médica sobre o problema.

"Muitos pais de crianças abusadas sexualmente querem vingança pelo fato ocorrido e dizem desejar 'torturar os algozes de seus filhos'", diz Marie-Alexia Allard, pesquisadora envolvida no estudo. "Ajudar as mães em situações como essa é essencial para que as crianças também se recuperem da melhor maneira possível. Mas normalmente somente as mães são focadas nesses acompanhamentos psicológicos, pois muitas vezes os pais estão envolvidos na violência física ou mental. Mas como ajudar os pais que não são os agressores, e que acabam não tendo acompanhamento de profissionais?"

Alguns dados iniciais dão uma ideia do quanto o trauma experimentado pelos pais é intenso. "As situações desses homens é particularmente difícil", diz a pesquisadora. "As reações mais violentas - que incluem vingança - são quando os agressores são os padrastos ou os novos companheiros das mães."

Quando não há laços entre os agressores e os pais - quase metade dos casos - o sentimento de vingança acaba não sendo a emoção dominante. Para esses pais o luto crônico é o sentimento mais comum. "Alguns pais disseram sentir como se tivessem presenciado a morte de alguém muito próximo. Esses pais acabam se distanciando dos filhos e sentem medo de que ter contato com eles possa reavivar o sentimento da violência na criança."

Em outros casos as crianças podem realmente rejeitar os pais, pois o agressor também era homem. Esses pais são tomados por sentimentos profundos de desespero e de falta de amparo.

Mas é bom observar que em raras ocasiões a violência sexual contra crianças leva a uma aproximação maior dos pais, principalmente quando estes percebem que a melhora dos filhos depende de suas ações. A pesquisa indica que é necessário focar em como esses pais podem contribuir para amenizar o sofrimento dos filhos vítimas de violência sexual. Isso também pode aliviar o sofrimento dos pais com o fato e levar a uma recuperação mais rápida de toda a família.

com informações da University of Montreal

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também