Como é feito o sangue?

Como é feito o sangue?

Atualizado: Quinta-feira, 23 Junho de 2011 as 9:16

As principais células do sangue são produzidas na   medula óssea , uma estrutura gelatinosa que fica dentro de vários ossos do corpo.

Mas é a água que a gente bebe a maior responsável pelo volume de cerca de 5 litros de sangue que circula no   organismo . É essa água que forma a parte líquida do sangue, o plasma, substância à qual se misturam três tipos de células produzidas na   medula óssea : os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaquetas. Confira quais são as características desses quatro componentes fundamentais:

GLÓBULO VERMELHO

Quantidade por milímetro cúbico de sangue - Por volta de 5 milhões de glóbulos

Tempo de vida 120 dias ! Sua função é transportar o oxigênio para todos os tecidos do corpo. Também chamado de hemácia ou eritrócito, é a   célula   mais numerosa no sangue. Tem um pigmento chamado hemoglobina que ajuda a deixar todo o sangue com a cor avermelhada

GLÓBULO BRANCO

Quantidade por milímetro cúbico de sangue - Entre 5 mil e 10 mil glóbulos

Tempo de vida - Dependendo do tipo, pode viver só uma semana ! É o principal agente de defesa do   organismo   contra o ataque de bactérias, vírus etc. Conhecidos também como leucócitos, os glóbulos brancos se dividem em cinco variedades: neutrófilos, eosinófilos, basófilos, linfócitos e monócitos

PLAQUETA

Quantidade por milímetro cúbico de sangue - Entre 150 mil e 450 mil plaquetas

Tempo de vida - Nove dias! A   plaqueta   é um fragmento de uma   célula   maior chamada megacariócito. Ela tem a forma de um disco arredondado e é essencial para a coagulação sanguínea — sem plaquetas (ou trombócitos) há hemorragias

PLASMA

É a parte líquida do sangue, que tem cor amarelada e serve para levar água e nutrientes para os tecidos do corpo. Cerca de 90% do plasma é água pura — onde se dissolvem substâncias como proteínas, sais minerais, hormônios e glicose. O plasma é basicamente formado pela água que a gente bebe. Ela entra na corrente sanguínea pelo intestino, que têm paredes com membranas permeáveis e cercadas de finos vasos de sangue

É preciso ter tutano Célula-tronco escondida dentro dos ossos se transforma em glóbulos ou plaquetas 1. A   medula óssea , como o nome sugere, fica dentro dos ossos. Ela é formada por um tecido gelatinoso que parece uma esponja cheia de sangue. Popularmente, é conhecida como tutano e não tem nada a ver com a medula espinhal, que fica na coluna e faz parte do sistema nervoso

2. Quando nascemos, todos os ossos têm   medula óssea   capaz de produzir sangue. Com o tempo, a maior parte dela perde essa função, virando um tecido gorduroso chamado de medula amarela. Nos adultos, só ossos longos (fêmur, úmero) ou achatados (costelas, crânio, vértebras e esterno) têm a   medula óssea   funcionando

3. A medula é cercada por uma grande rede de pequenos vasos sanguíneos. É por esses finos capilares que ela recebe o suprimento de "ingredientes" como ferro, vitaminas e ácido fólico, substâncias que usa para produzir os principais componentes do sangue

4. O processo de produção das células sanguíneas tem um nome complicado: hematopoese. Ele começa a partir de uma   célula encontrada em grande quantidade nas medulas ósseas, a   célula -tronco hematopoética

5. Após um pequeno período de amadurecimento, essas células-tronco se transformam em um dos três principais componentes celulares do sangue: glóbulos vermelhos, glóbulos brancos ou plaquetas

6. A medula trabalha sem parar. Quando as células sanguíneas estão totalmente formadas e maduras, soltam-se da   medula óssea   e penetram na rede de vasos sanguíneos para substituir as plaquetas e glóbulos que já estão encerrando seu ciclo de vida

Leva-e-traz Circulação sanguínea transporta nutrientes para as células e recolhe o lixo delas Afinal, por que a gente tem 5 litros de sangue circulando pelo corpo? Para entender isso, imagine a   circulação sanguínea   como a grande auto-estrada do   organismo , funcionando em dois sentidos. Numa direção, o sangue leva para as células do corpo alimento, água, e oxigênio. No sentido oposto, quando retorna das células, o sangue conduz o dióxido de carbono e outros resíduos que precisam ser eliminados. Os infográficos abaixo são um bom atalho para entender os segredos dessa rodovia.

CORPO TEM DOIS NIVEIS DE CIRCULACAO: A PEQUENA E A GRANDE

Pequena circulação

Ela ocorre entre coração e pulmões. O sangue que chega ao coração é enviado para os pulmões, onde rola a troca de dióxido de carbono (CO2) por oxigênio (O2). O sangue oxigenado volta, então, ao coração para ser bombeado para o corpo todo

Grande circulação

1. A grande circulação tem início justamente quando o sangue sai do coração em direção ao restante do   organismo . Na primeira etapa da "viagem", ele segue pelas artérias, vasos sanguíneos espessos, com três camadas de tecido, inclusive uma muscular

2. As artérias terminam em pequenos vasos, chamados de capilares, que têm paredes muito finas. Quando o sangue passa no capilar, parte do líquido atravessa as paredes e se espalha entre as células próximas, abastecendo-as com nutrientes e oxigênio

3. A outra extremidade dos capilares se conecta a vasos venosos, também conhecidos como veias. É por elas que o sangue, agora com resíduos descartados pelas células, volta para o coração. Para impedir o refluxo do sangue, as veias têm válvulas em seu interior

veja também