Como manter uma alimentação na infância

Como manter uma alimentação na infância

Atualizado: Domingo, 27 Dezembro de 2009 as 12

A alimentação da criança precisa ser bem planejada e deve ser estabelecida uma rotina. A primeira atitude é fazer a criança sentir-se segura no ambiente familiar e mostrar-lhe a existência de limites, sem exageros.

O melhor é começar com horários regulares. Sem dúvida a rotina na alimentação é essencial para a formação de hábitos saudáveis. Variar de vez em quando faz bem para e família e para a criança: almoçar fora, trocar o jantar por lanches ou pizzas é prazeroso, mas não deve acontecer com freqüência, porque essas variações acabariam se transformando em rotina.

Elaborar um cardápio de acordo com os hábitos da família e uma lista de compras é uma rotina simples, mas que dará início à formação de bons hábitos alimentares.

O cardápio criado para as crianças além de nutritivo deve ser atraente, e a refeição precisa ser um momento de prazer e de bom relacionamento para toda a família.

A criança pode comer melhor com simples atitudes, que vão desde a escolha dos alimentos até o modo de preparo deles. Algumas dicas podem ajudar a criança a obter hábitos mais saudáveis:

- Cardápios coloridos ajudam a compor a apresentação dos pratos; são ótimos para atrair a atenção e o apetite da criança;

- Sempre que possível inclua nas refeições da criança os alimentos de sua preferência; assim, ela aceitará com mais facilidade os outros;

- Explique à criança a função dos alimentos e por que a dieta deve ser variada e não conter só biscoitos e chocolates; mas não transforme as refeições em monótonas e repetitivas aulas de nutrição;

- Insista com as novidades - nem sempre a criança concorda em comer uma preparação que lhe é oferecida pela primeira vez. Algumas precisam provar o mesmo alimento várias vezes antes de aprová-lo e incluí-lo em seus hábitos alimentares.

Lembre-se sempre: pequenas atitudes podem gerar grandes mudanças.

Por: Dra. Ethieiene C. Escobar - Nutricionista

veja também