Confira um cardápio especial para o verão

Confira um cardápio especial para o verão

Atualizado: Quarta-feira, 12 Fevereiro de 2014 as 10:30

Nesta época de calor, fica difícil seguir as refeições e se alimentar adequadamente. Isso porque ao receber uma comida pesada, o estômago precisa acumular grande quantidade de sangue, e por consequência, exige mais energia para a função digestiva. O resultado do esforço se dá no aumento da sensação de sono e na falta de coragem para executar as atividades do dia a dia.

 

cardápio verão

Para isso, é necessário alterar no cardápio os alimentos que não trás entusiasmo ao dia a dia. Na lista do que deve ficar de fora, estão: feijoada, carnes gordas, frituras, alimentos congelados, embutidos, fast food, macarrão com molhos gordurosos, doces, chocolates, bolos recheados e sorvete de massa. “A nossa alimentação diária deve ser rica em alimentos leves e refrescantes. Já os pesados devem ser consumidos com menor frequência e em pequenas quantidades”, informa Débora Bitencourt de Oliveira, nutricionista do Spa Bella Donna, de Belo Horizonte. 
 
Bebidas geladas ficam impossível resistir e deve ser evitado, principalmente refrigerantes e sucos açucarados, pois diluem o suco gástrico, dificultando a digestão. Além disso, dias muito quentes, geralmente, provocam inibição da fome, causada pelo calor. “Essa falta de apetite pode levar a jejuns prolongados, causando déficit de nutrientes, fraqueza e indisposição. Faça refeições regulares, de cinco a seis por dia, pois a nossa energia vem dos alimentos”, recomenda.
 
Cardápio verão
 
Não é aconselhável pular o café da manhã, pois é a refeição importante para garantir a disposição ao longo do dia. Na primeira refeição é recomendado ter à mesa frutas, suco de frutas batido com vegetais, quinua em flocos, aveia, amaranto, semente de linhaça ou chia. Aproveite o momento para acrescentar mais uma fonte de carboidratos, como pão integral, tapioca ou granola, e para completar introduza uma proteína: queijo magro, tofu ou iogurte desnatado.
 
Já no almoço e no jantar, tente aumentar a quantidade de saladas e verduras no prato, pois elas proporcionam uma digestão mais leve e são refrescantes, mas não use molhos gordurosos para temperar, prefira azeite, limão e vinagre. Ainda opte pelas carnes brancas de aves, peixes, e cortes de carne vermelha magra. Quanto à forma de preparo, é melhor variar entre cozido, grelhado e assado, deixando de lado frituras. 
 
A nutricionista informa que alguns alimentos ganham carta branca para consumir no verão.  “Podemos abusar dos legumes e verduras, preferencialmente crus, naturais e frescos. Capriche também nas frutas, mas sem excesso: cinco ao dia já são suficientes para esse período”, afirma Débora.
 
 
Com informações de: Terra

veja também