Confirmado a produção nacional de medicamentos para doença de Parkinson, que é comemorada mundialmente nesta quinta-feira.

11 de Abril - Dia Mundial da Doença de Parkinson

Atualizado: Quinta-feira, 11 Abril de 2013 as 1:49

 

Nesta quinta-feira (11), comemora-se mundialmente a doença degenerativa do sistema nervoso central, o Parkinson, devido a descoberta da doença em 1817 pelo médico inglês James Parkinson. Uma notícia traz esperança a pacientes e profissionais da saúde: está confirmado a produção nacional do principal medicamento utilizado no tratamento. A doença traz sinais como tremor, principalmente nas mãos, a rigidez, a acinésia e a instabilidade da postura corporal, o que levam a pessoa a buscar ajuda médica.
 
O tremor localizado é, em 70% dos casos, o sintoma que denuncia o início da doença, surgindo, geralmente, num membro superior, propagando-se, depois, para o membro oposto. O tremor ocorre principalmente quando os membros estão em repouso.
 
A rigidez traduz-se numa dificuldade de relaxamento dos músculos, que pode atingir qualquer tecido muscular, do tronco ou dos membros. Esta rigidez inicia-se muitas vezes somente num membro, pode variar durante o dia, e ser influenciada por factores como o humor, stress e medicamentos.
 
11 de Abril - Dia Mundial da Doença de ParkinsonA acinésia define-se pela perda da função motora espontânea. Tempo de reacção prolongado, execução lenta de movimentos voluntários, dificuldade em alcançar algo com um único e simples movimento, fadiga rápida como consequência de movimentos repetidos, incapacidade para executar acções simultâneas e sequenciais e uma face inexpressiva são algumas das manifestações da acinesia.
 
A instabilidade postural, associada à marcha do paciente, é usualmente o último dos sintomas a manifestar-se, sendo o mais difícil de tratar. Nesta fase, o paciente tem uma postura encurvada, o que aumenta o rico de quedas. Surge com a doença, habitualmente, a diminuição do apetite, dificuldades de deglutição, a incapacidade em cozinhar, a perda de peso, a osteoporose e a obstipação, variando a incidência dos sintomas de pessoa para pessoa.
 
Os medicamentos oferecidos às cerca de 20 mil pessoas tratadas em instituições públicas são comprados pelos Estados por meio de licitações públicas. Com a confirmação da transferência da tecnologia para o Instituto de Tecnologia em Fármacos da Fundação Oswaldo Cruz (Farmanguinhos/Fiocruz), o Ministério da Saúde centralizará a aquisição desses medicamentos, ampliando sua oferta em todo o país.
Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Doença de Parkinson atinge cerca de 2% da população acima de 60 anos.
 
Estima-se que cerca de 4 milhões de pessoas no mundo apresentem a doença, no entanto, parte delas permanecerá por muitos anos, ou a vida toda, sem o correto diagnóstico e tratamento adequado. Um diagnóstico precoce e tratamento adequado, são essenciais para interromper, ou pelo menos atrasar ao máximo a evolução da doença, que acomete mais de 400 mil brasileiros.
“Por isso é importante divulgar o máximo de informações sobre o assunto. Quanto antes o paciente procura o médico, mais rápido o diagnóstico é feito e mais rápido ele se beneficia do tratamento específico para a doença. Essa medida tem um impacto grande na qualidade de vida do paciente”, alerta o Dr. Egberto Reis Barbosa, da Academia Brasileira de Neurologia (ABN).
 
 
Com informações de: Nutricia/Assessoria de Imprensa, Acontece Comunicação e Notícias

veja também