Conheça os inúmeros benefícios do prato tradicional da sexta-feira santa.

Os benefícios do peixe

Atualizado: Quinta-feira, 28 Março de 2013 as 11:57

 

Com a chegada da Páscoa, o prato tradional é o peixe. Além de ser uma opção saudável e preparado com muito sabor, o peixe é rico em proteínas de alto valor biológico, ou seja, as prteínas que contém aminoácidos essenciais ao organismo.
 
As proteínas participam de várias funções corpóreas, como composição de células, enzimas, hormônios, além de promoverem o crescimento, desenvolvimento e regeneração dos tecidos corporais.
 
Os peixes são ricos também em vitamina B1 ou tiamina, que está envolvida em reações químicas como a transformação de glicose em energia. Possuem também grande quantidade de sódio, que controla o equilíbrio de água no organismo e ajuda nos impulsos nervosos. Além de magnésio que normaliza o ritmo cardíaco e auxilia a contração muscular e iodo que participa da produção de hormônios da glândula tireóide.
 
Já os peixes ricos em gordura, como o salmão, são ricos em vitamina D que auxilia a absorção de cálcio, fortalecendo ossos e dentes e regulando os níveis de cálcio e fósforo no corpo. 
 
Além desses benefícios, os peixes possuem quantidades satisfatórias de ácido graxo ômega 6 e ômega 3, principalmente os peixes de água fria e salgada como salmão, sardinha e atum. A ingestão de ácido graxo ômega 3 está associada à redução de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, por reduzem a coagulação sangüínea que causa formação de trombos nos vasos. Diminuem a presença de LDL-colesterol (chamado colesterol ruim ) e aumentam a presença de HDL-colesterol (ou colesterol bom ).
 
Para tornar a sua refeição de Páscoa mais saudável, consuma junto com o peixe um tipo de cereal (arroz, massa, pão, batata), uma verdura de folha (alface, rúcula, agrião, espinafre, entre outros), um legume (cenoura, abobrinha, beterraba, entre outros) e uma fruta.
 
 
Com informações de: Mais equilibrio

veja também