Conheça quais os alimentos e seus métodos para combater cansaço e depressão.

Alimentos que evitam o cansaço e depressão

Atualizado: Quinta-feira, 11 Abril de 2013 as 10:47

Devido aos compromissos do dia a dia, fica cada vez mais difícil manter uma alimentação adequada, assim como ter menos tempo para cuidar de si. Com isso, as consequências vão tomando espaço, como cansaço e depressão. Segundo especialistas, alguns alimentos ajudam a diminuir o estresse e o cansaço que tomam conta do dia.

Segundo a nutricionista, Carol Morais, a única solução para o cansaço, é descansar. “Nenhum destes alimentos funciona isoladamente, é preciso estar inserido em um contexto de estilo de vida”.
 
Conheça alguns métodos para adotar em seu dia a dia, garantindo um bom relaxamento, longe de estresse.
 
O casal arroz com feijão
“Uma alimentação rica em alimentos de verdade - vegetais, frutas, grãos - e com o mínimo de produtos alimentícios, pobre em ‘toxinas alimentares’, vai contribuir para uma sensação de bem estar”, diz Carol. “O bom e velho arroz e feijão, carnes e saladas são mais saudáveis do que pizzas, sanduíches e barras de cereais, especialmente os prontos.”
 
Alimentos contra depressão e cansaçoMude o hábito de alimentação
Uma mudança de hábitos deve começar devagar. “Para quem está totalmente imerso em uma alimentação errada do ponto de vista qualitativo, o ideal é ir inserindo aos poucos um suco verde no café da manhã, com frutas, vegetais e sementes”, explica a nutricionista. 
 
“Faça lanches à base de frutas, castanhas, chás e refeições de verdade - com arroz, feijão e muitos vegetais”, ensina. Aos poucos será percebido aumento da energia e produtividade. “Ao sentir os benefícios, a pessoa vai naturalmente abrindo mão dos produtos prontos alimentícios”, defende Carol. 
 
Para relaxar
“A camomila, em forma de infusão, a alface, e o cheiro da lavanda estimulam um sono de melhor qualidade”, explica a nutricionista Carol Morais. Abacate, castanhas e cacau também ajudam a controlar a ansiedade.
 
Chocolate traz felicidade
A nutricionista explica que ele tem o triptofano, que é o precursor da serotonina, substância produzida pelo próprio organismo que dá sensação de prazer. O triptofano também pode ser encontrado na banana, no grão-de- bico e nas nozes. 
 
Açúcar refinado com moderação
“Ele altera a nossa regulação hormonal e a dos neurotransmissores, favorecendo o cansaço”, alerta Carol. E aí começa a reação em cadeia: “Você precisa cada vez mais dele e se sente cada vez mais cansado.”
 
Contra depressão
“A depressão, do ponto de vista nutricional, pode ser facilitada pela ausência de nutrientes e até pelo excesso de toxinas. Nesse sentido, mais uma vez, além do acompanhamento terapêutico e médico, é fundamental a mudança no estilo de vida, com inserção de atividade física e alimentos de verdade, de preferência orgânicos, vegetais, frutas, castanhas.” 
 
Alimentação
Um simples ritual faz toda a diferença. “Uma respiração profunda antes de começar a comer oxigena as células e transporta você para o momento presente”, diz Carol. E na hora da refeição, pense na refeição. “É hora de dar um tempo aos problemas que chicoteiam nossa mente.”
 
 
Com informações de: GNT

veja também