Consumir bebidas com açúcar aumenta risco de diabetes

Consumir bebidas com açúcar aumenta risco de diabetes

Atualizado: Quinta-feira, 4 Novembro de 2010 as 9:29

Ingerir dois copos de bebidas que contenham açúcar refinado por dia aumenta os riscos de diabetes do tipo 2 em 26%, diz um estudo feito pela Harvard School of Public Health. Além disso, esse tipo de bebida ainda é um fator que eleva os riscos de síndrome metabólica em 20%. Entre as bebidas que podem ser prejudiciais estão refrigerantes, sucos de fruta industrializados, chás gelados, bebidas energéticas e vitaminas que são compradas já prontas.

A pesquisa foi feita a partir de outros 11 estudos, que observaram mais de 300 mil homens e mulheres, com idades entre 21 e 84 anos. Os hábitos alimentares dessas pessoas foram analisados durante um período de quatro a 20 anos a fim de descobrir quais alimentos poderiam aumentar as chances de diabetes e síndrome metabólica.

O resultado dos estudos mostrou que das 15 mil pessoas que desenvolveram diabetes e nove mil que tiveram síndrome metabólica, a maioria bebia com frequencia bebidas que tinham açúcar refinado. Os autores dos estudos levaram em conta fatores que poderiam influenciar o resultado, como casos de diabetes na família, sexo, peso, idade e o consumo de outros tipos de alimentos.

A relação entre bebidas adoçadas e o desenvolvimento de diabetes e síndrome metabólicas pode ser parcialmente explicada pelo aumento de peso causado pela ingestão de açúcar. As bebidas ainda podem aumentar a pressão e a concentração de insulina no sangue rapidamente, causando uma reação de resistência do corpo à insulina, o que pode elevar os riscos de diabetes.

O estudo ainda aponta outros problemas que a ingestão de dois copos de bebidas açucaradas por dia pode causar, como cáries e doenças no sistema cardiovascular.

De acordo com os pesquisadores, não é tão simples diminuir o consumo de produtos com açúcar. Uma das alternativas seriam as bebidas diet, livres de açúcar, mas segundo os pesquisadores esse tipo de produto também não é saudável, e ainda não se sabe quantos malefícios ela pode trazer ao organismo.

A nutricionista Roberta Stella explica que a diabetes é uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas não consegue produzir insulina suficiente ou quando o corpo não consegue utilizar a insulina produzida. Consequentemente, a quantidade de açúcar no sangue fica elevada, já que não há hormônios capazes de retirar o açúcar do sangue.

Quatro substitutos para o refrigerante

"As bebidas gaseificadas distendem o estômago dando uma falsa sensação de saciedade. Isso poderá antecipar a sensação de fome, podendo levar a um excesso alimentar durante o dia", explica a nutricionista Roberta Stella. A seguir, a especialista oferece opções muito mais refrescantes e saudáveis para você matar a sede:

1.Água: é o melhor hidratante para o organismo. E, de quebra, não apresenta calorias.

2. Água de coco: é uma excelente opção para aplacar a sede nos dias de calor intenso. Ela repõe os nutrientes perdidos através da transpiração. Mas cuidado: um copo de 200 mL contém 40 calorias.

3. Água levemente gaseificada: apesar de conter menos gás do que os refrigerantes, o consumo deve ser moderado, evitando a distensão do estômago. Contente-se com um copo pequeno ou 200 mL.

4. Sucos naturais: depois da água, eles formam a melhor opção hidratante para o organismo, fornecendo carboidratos, vitaminas e minerais. Entretanto, por serem calóricos, não devem ser ingeridos no lugar da água. Consuma, no máximo, dois copos por dia e prefira os sucos naturais feitos na hora. Assim, alguns dos nutrientes não são perdidos. É o caso da vitamina C que, por ser volátil, se perde com o calor do ambiente. E evite adoçá-los (se necessário, fique com adoçantes em vez do açúcar).

veja também