Crianças com doenças respiratórias estão mais vulneráveis a pegar tipo mais grave de gripe suína

Crianças com doenças respiratórias estão mais vulneráveis a pegar tipo mais grave de gripe suína

Atualizado: Sexta-feira, 12 Março de 2010 as 12

Um estudo sobre a gripe suína focando exclusivamente crianças com doenças crônicas, principalmente respiratórias, descobriu que elas estão mais sujeitas a desenvolver uma forma mais grave da Influenza A (H1N1) - popular gripe suína. Isso porque nelas o vírus está apto a mudar seu curso atacando os pulmões. A pesquisa foi publicada no periódico Pediatric Critical Care Medicine.

Os pesquisadores analisaram 13 casos de crianças com gripe suína, internadas no centro de terapia intensiva do hospital pediátrico da Johns Hopkins University, nos Estados Unidos, e concluíram que a grande maioria (92%) que apresentava doenças respiratórias, geralmente problema nos pulmões, como a asma, tinha contraído a doença antes da infecção pelo H1N1.

Os pacientes que foram tratados com Tamiflu entre as 48 horas de internação, no entanto, não tiveram resultados mais significativos do que aqueles que receberam o tratamento com o antiviral depois das 48 horas.

- A boa notícia é que todos os nossos pacientes sobreviveram embora alguns precisassem de ventilação mecânica (usada na ressusitação cardiopulmonar) e de remédios para o coração, disse o autor do estudo, David G. Nichols, professor de cuidados intensivos da Escola de Medicina da Johns Hopkins University.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também