Crianças com obesidade têm mais problemas nos dentes

Crianças com obesidade têm mais problemas nos dentes

Atualizado: Quarta-feira, 23 Junho de 2010 as 4:21

Pesquisadores americanos avaliaram crianças entre dois e cinco anos com problemas de cáries e descobriram que 28% delas estavam acima do peso ou eram obesas.

A má alimentação, bebidas açucaradas e os sucos de frutas são os vilões que contribuem para a obesidade e para a perda de dentes dos bebês.

Um estudo anterior da Academia Americana de Pediatria, divulgado em 2008, já tinha demonstrado que o excesso de suco de frutas contribui com a obesidade infantil, o desenvolvimento de cáries, diarreias e problemas gastrintestinais.

A atual descoberta foi apresentada nesta terça-feira (22) durante o Encontro Anual da Sociedade de Endocrinologia, que ocorre em San Diego, nos Estados Unidos.

Segundo Kathleen Bethin, professora de Pediatria da Universidade de Buffalo e autora do estudo, foram avaliadas 65 crianças. Todas elas tinham graves problemas bucais e foram submetidas a cirurgias.

- O objetivo do estudo era obter dados sobre o IMC (Índice de Massa Corporal), o consumo de energia e o perfil metabólico das crianças com cáries. Nossa hipótese é que a má alimentação pode relacionar a obesidade com os problemas bucais.

A cárie é a doença crônica mais comum durante a infância, de acordo com o relatório Healthy People 2010. O documento mostra que entre 5% e 10% dos bebês desenvolvem cáries precocemente. Além disso, a taxa de obesidade nas crianças triplicou nos últimos 30 anos.

Além disso, os pesquisadores descobriram que 71% das crianças consumiam uma taxa de calorias maior do que o normal para a faixa etária.

- Nossos resultados não encontraram diferença no total de calorias consumidas entre as crianças saudáveis e as com sobrepeso. Por isso o problema não é comer em excesso, mas comer errado.

Diante disso, a cientista ressalta que é a má alimentação que vincula a obesidade às cáries.

- Nesse sentido, os dentistas também podem educar pais e crianças sobre a alimentação e os riscos da obesidade e das cáries.

Os cientistas agora vão avaliar se as crianças obesas, em comparação com as saudáveis, comem mais açúcar processado, bebem suco em excesso ou têm maus hábitos alimentares.

veja também