Crianças devem usar bebê conforto no carro até os 2 anos

Crianças devem usar bebê conforto no carro até os 2 anos

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 8:37

Crianças com até dois anos devem andar de carro no bebê conforto, voltado para o vidro traseiro. A recomendação atual, inclusive no Brasil, afirma que, a partir de um ano de idade, a criança já pode andar na cadeirinha, voltada para a frente. Médicos da Academia Americana de Pediatria divulgaram hoje (21) a nova orientação, similar à anunciada pelo órgão governamental National Highway Traffic Safety Administration.

Depois de completarem dois anos, as crianças podem andar em cadeirinhas e, depois, em assentos elevatórios ("booster"). As novas recomendações dizem que elas só devem deixar de usar o "booster" quando tiverem 1,44 m de altura. Crianças com até 13 anos devem andar no banco de trás. No Brasil, a lei diz que o "booster" é necessário até os sete anos e meio. Não há menção à estatura.

As recomendações podem parecer radicais para alguns pais, mas estão baseadas em estatísticas de acidentes. Cintos de segurança mal adaptados para crianças causam lesões de abdome e coluna.

Crianças com um ano têm cinco vezes mais risco de sofrer lesões em um acidente de carro se estão em um assento virado para a frente do que se estiverem no bebê conforto, segundo uma pesquisa de 2007 que analisou dados de cinco anos sobre batidas.

Os bebês têm cabeças grandes e pescoços curtos, proporcionalmente. Em uma cadeirinha virada para a frete, a força da batida pode balançar a cabeça da criança, causando lesões medulares.

É preciso observar a indicação de peso do bebê conforto. Se o peso da criança exceder a capacidade do assento, é preciso procurar outro que aguente.

veja também