Cuidado com a conjuntivite

Fique longe dela

Atualizado: Terça-feira, 24 Janeiro de 2012 as 10:26

Olhos vermelhos, irritados e lacrimejantes: estes são os principais sinais da conjuntivite, um problema comum entre pessoas de todas as idades.

A conjuntivite é uma inflamação que atinge a conjuntiva, membrana que reveste a parte branca do olho.

Existem três os tipos de conjuntivite: viral, alérgica e bacteriana. Os sintomas são os mesmos, mas cada um deles requer um tratamento específico.

Conjuntivite viral

A conjuntivite viral é transmitida pelo contato com pessoas ou objetos contaminados, como toalhas e roupas de cama, por exemplo. Ela também é disseminada em ambientes fechados.

É mais comum no verão e requer atenção, pois é altamente contagiosa.
 
Os principais sintomas da conjuntivite são desconforto ocular, com a sensação de areia ou corpo estranho nos olhos, além de vermelhidão e secreção. Eles duram, em média, até 15 dias.

Durante esse período, é importante repousar, fazer uma boa alimentação e evitar a exposição solar.

Outra dica é higienizar os olhos com soro e procurar um médico, que irá avaliar o caso e, se necessário, indicar um colírio lubrificante.

A conjuntivite viral pode ser evitada mediante a adoção de alguns cuidados. Entre eles, evitar coçar os olhos, manter as mãos sempre limpas e não compartilhar itens de alguém contaminado.

Conjuntivite alérgica

No caso da conjuntivite alérgica, fatores externos, como pólen ou poeira são os principais responsáveis.

Os sintomas da conjuntivite alérgica são coceira intensa e inchaço, que tem tempo de duração variável.
 
Para evitá-los, primeiramente é preciso descobrir o agente causador da alergia, que pode ser poeira, pólen e até produtos de beleza, como maquiagem ou perfume.

Se a conjuntivite for causada por poeira, por exemplo, evite varrer ou permanecer em casa na hora da faxina e não mexa em objetos que acumulem pó. No caso dos cosméticos, o ideal é suspender o uso.

Durante as crises de conjuntivite alérgica, os sintomas podem ser amenizados com o uso de um colírio antialérgico, que deve ser recomendado pelo médico.

Conjuntivite bacteriana

O outro tipo da doença, a conjuntivite bacteriana, surge devido à presença de uma bactéria estranha na flora ocular.

Quanto aos sintomas da conjuntivite bacteriana, a secreção e o inchaço são mais intensos e duram, em média, uma semana.

Para o tratamento, é preciso procurar um especialista, que irá prescrever um colírio ou antibiótico adequado para eliminar a bactéria.

Assim como na prevenção da conjuntivite viral, é fundamental lavar as mãos várias vezes ao dia.

veja também