MENU

Saúde

Cuidados com a visão na hora de estudar

Cuidados com a visão na hora de estudar

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:31

Com a proximidade do vestibular, estudantes fazem de tudo para revisar todo o conteúdo das aulas, mas alguns hábitos adotados pelos mais preocupados tendem a prejudicar a visão.

A primeira recomendação é sempre estudar com uma iluminação adequada, tanto de dia quanto à noite. "À noite, a iluminação artificial é indispensável. O ideal é evitar lâmpadas quentes ou muito brilhantes. A luz também não deve incidir diretamente sobre os olhos nem fazer sombra nas áreas de leitura", orienta Ana Paula Canto, médica residente em oftalmologia.

Os cuidados com a iluminação não devem ser descartados durante o dia, pois nem sempre a luz natural no ambiente de estudo é suficiente. "O importante é que a iluminação seja uniforme, sem sombras ou áreas de reflexo. Se for necessário, deve-se utilizar uma luz artificial para manter o ideal", ressalta Ana Paula.

Manter uma posição confortável para o estudo é fundamental, não só para evitar as dores musculares, mas também para evitar a fadiga ocular. "Os olhos devem estar levemente inclinados para baixo, portanto, o livro deve estar um pouco abaixo da cabeça", comenta. Além disso, as pausas periódicas são importantes para descansar tanto a visão quanto a mente.

Se o aluno precisa usar óculos, ele não deve abrir mão deles na hora de estudar, pois sua ausência pode acabar causando desconforto e dores de cabeça. "Para o paciente que também usa lentes de contato, a indicação é para que prefira estudar com os óculos, e não com as lentes, pois durante o estudo há uma diminuição na freqüência do piscar, acarretando o ressecamento ocular. No final do dia, os óculos acabam sendo mais confortáveis", aconselha Ana Paula.

Sinais de problemas

Muitas pessoas têm problemas de visão e não sabem. A demora no diagnóstico, além de agravar, pode trazer muito desconforto principalmente na hora de estudar. Portanto, estudantes, fiquem atentos a alguns sintomas que podem indicar a necessidade de uma visita ao oftalmologista. "Fadiga ocular, visão embaçada, dificuldade na mudança de foco perto/longe, sensação de peso nos olhos, dores de cabeça, sensação de olhos secos, vermelhidão, ardência e lacrimejamento são alguns dos sinais de que alguma coisa pode estar errada", alerta.

Postado por: Claudia Moraes

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições