Cuidados no Salão de Beleza

Cuidados no Salão de Beleza

Atualizado: Quinta-feira, 8 Maio de 2008 as 12

Que mulher não adora passar horas no salão de beleza? Isso, sem dúvida, não é novidade. No entanto, na busca por ficar mais bonita, é preciso ter muito cuidado para que pequenos detalhes não passem despercebidos e ponham a saúde em risco. A escolha dos utensílios corretos, como alicates, toalhas, ceras e até a escova de cabelo, deve ser feita com muita atenção, pois quando não higienizadas devidamente, essas ferramentas podem ser verdadeiras inimigas da estética.

Segundo a dermatologista Lídia Magalhães, o maior vilão dos salões de beleza ainda são os instrumentos cortantes, como tesouras e alicates, que podem transmitir bactérias e vírus como Hepatite B e C, além de HIV e HTLV, esse último bastante comum na Bahia. "Para mim, a melhor forma de evitar contaminação é levar sempre um kit manicure, com seus próprios materiais", explica. Lídia lembra ainda que as estufas para esterilização também são boas soluções para se livrar do risco de doenças, devido à alta temperatura.

O mesmo se aplica às ceras, que quando submetidas ao calor elevado não transmitem perigo à cliente. Caso contrário, a opção deve ser pelas descartáveis. "As ceras frias jamais podem ser reaproveitadas. É uma questão de higiene íntima mesmo, como escova de dente, pois podem transmitir doenças de pele como foliculite e micoses", alerta a dermatologista.

E para quem não vive sem colorir as madeixas, o cuidado a ser tomado deve ser redobrado na hora de aplicação do produto. Por conter formol e outras substâncias químicas, não é aconselhável ficar durante muito tempo em contato com o couro cabeludo, ou corre o risco de gerar uma dermatite de contato. Além disso, Lídia chama a atenção para o uso de escovas e pentes, pois em crianças podem causar pediculoses, como piolhos e lêndeas.

Para tentar impedir qualquer tipo de contágio entre uma cliente e outra, alguns salões de beleza já utilizam materiais descartáveis e esterilizados. Para Pedro Lima, sócio-proprietário do Obrigado Centro de Beleza, no Largo Paranhos (Matatu de Brotas) - BA, o uso desse tipo de material é fundamental para a credibilidade de um salão e deve ser feito com seriedade. "Os aparelhos esterilizadores chegam a uma temperatura de 121º. Lá colocamos vários instrumentos cortantes e escovas de cabelo de uma só vez, por um pouco mais de 40 minutos. Isso permite que, para cada cliente, usemos um produto totalmente higienizado", explica.

Para Lima, certos tratamentos como depilação, manicure e pedicure pedem também utensílios do tipo descartáveis, para que não haja o menor risco de transmissão entre uma pessoa e outra. "Temos uma preocupação muito grande com a higienização, em especial com os instrumentos utilizados nesses procedimentos, nos quais os casos de contaminação são bastante comuns", diz. Ele lembra ainda que alguns cuidados como toalhas para uso individual, lençóis descartáveis ou protetores plásticos de bacia são providências simples e já ajudam bastante na higienização, reduzindo os riscos de contaminação.  

Postado por: Claudia Moraes  

veja também